Esportes

“Encontramos um ponto ideal”, diz Alonso

Compartilhar

A Alpine “encontrou um ponto ideal” de acordo com Fernando Alonso, uma vez que a sua boa forma continuou durante os treinos de Jeddah, com as perspectivas de corrida também parecendo encorajadoras.

Alonso conquistou seu primeiro pódio desde que voltou à Fórmula 1 no Catar da última vez, com Esteban Ocon garantindo que os dois carros terminassem entre os cinco primeiros. Apesar das tentativas do espanhol de diminuir as expectativas na quinta-feira na Arábia Saudita, ele foi o quinto mais rápido no TL2 e a pouco mais de 0,4s do tempo mais rápido, um resultado que desconhecia logo após sair do carro.

“Eu não sabia disso, então é uma surpresa!” Disse Alonso. “Definitivamente o carro ainda está bom. Recentemente, encontramos um ponto ideal em termos de desempenho e configuração, então continuamos trabalhando. Acho que ainda há muitas incógnitas acontecendo amanhã porque testamos coisas diferentes e precisamos analisar muitos dados – mais do que qualquer outra sexta-feira”.

“Acho que a F2 vai ser uma boa referência para nós porque estamos obviamente preocupados com as oportunidades de ultrapassagem; sendo um circuito de rua vai ser difícil. A qualificação será muito importante. Então eu acho que a F2 vai nos mostrar se vai ser um bom show no domingo ou não”.

Alonso também ficou surpreso com a precisão das simulações da Alpine após a primeira corrida no novo circuito Jeddah Corniche.

“Acho que era bem parecido com as simulações e o simulador que tínhamos para ser honestos. Até o tempo da volta está combinando bem, então não foi uma grande surpresa na pista, mas obviamente é uma volta muito espetacular porque você está dirigindo entre duas paredes a essas velocidades. Portanto, qualquer erro pode ter grandes consequências, por isso tem que estar alerta e é um dia que não foi fácil para ninguém”.

O companheiro de equipe Esteban Ocon concordou que a pista era “tão rápida e louca quanto aquilo de que estávamos falando” – e embora seu ritmo de uma volta fosse bom o suficiente para o sexto atrás de Alonso, foi sua simulação de corrida que parecia ainda mais forte.

1356972117
Ocon acredita que o tráfego pode ser um grande fator na decisão dos resultados de qualificação amanhã

“Muito divertido para ser honesto, o nível de aderência foi muito alto desde o início do dia, e entendemos muito sobre aonde ir basicamente com o carro e os pneus,” disse Ocon. “Foi um dia muito útil para nós, o carro também parece estar em um bom lugar até agora.

“Fomos ainda mais rápidos no ritmo de corrida, isso é verdade. O carro se sentiu muito bem naquela sessão P2. Ainda temos algumas coisas para resolver com os pneus macios, mas tem sido bastante interessante e estou gostando”.

Se houver um obstáculo que a Alpine possa enfrentar neste estágio, Ocon acredita que seria na qualificação quando o tráfego e as velocidades de fechamento pudessem ser problemáticas.

“Vai ser complicado. Todos nós vamos tentar fazer o nosso melhor para não atrapalhar os outros. As retas estão virando, você não pode realmente ver o que está por vir, então será muito importante – e para a segurança dos outros – apenas ficar fora do caminho ”.

Fonte: Fórmula 1


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »