Esportes

“Max estaria à frente”, diz Hamilton sobre o acidente na qualificação

Compartilhar

Lewis Hamilton conquistou sua quinta pole position da temporada na Arábia Saudita, mas admitiu que o rival Max Verstappen estava na primeira posição do grid antes do acidente na última curva. Além disso, o piloto da Mercedes disse que estava “lutando” durante o treino de sábado.

Em uma noite inesquecível em Jeddah, Hamilton varreu a pole enquanto seu companheiro de equipe Valtteri Bottas ficou no segundo lugar na qualificação, quando Verstappen caiu em sua última volta voadora – uma volta que parecia definida para rebaixar Hamilton para segundo no grid. Posteriormente, o atual campeão explicou o quão difícil havia achado a sessão.

“Geralmente apenas lutei durante toda a qualificação, durante o Q1, realmente lutei para conseguir aderência com os pneus, algo com que não necessariamente lutamos durante todo o fim de semana. Mas foi muito, muito pior no quali … eu tava fora, sabe? Eu estava até atrás de Valtteri”.

“Mas eu não posso dizer o quão afiado foi [no] treino”, acrescentou Hamilton. “Eu estava lutando com o carro, então, no final, acho que na primeira volta [no Q3], a primeira volta foi razoável. De novo, eu apenas lutei com muitos encaixes – tive aquele grande snap na Curva 8 e então a última volta foi tudo ou nada. Mesmo assim, não tão rápido quanto eu esperava … mas foi o melhor que pude fazer”.

O piloto da Mercedes acrescentou que todo o circuito de Jeddah foi revestido pela ‘Parede dos Campeões’ – um apelido geralmente atribuído à última curva em Montreal, onde pilotos como Jacques Villeneuve, Michael Schumacher e Damon Hill bateram no passado.

“É onde você ataca e não ataca, tentando encontrar o equilíbrio certo de apenas estar no fio da navalha”, continuou ele. “Como você pode ver para Max, obviamente, estamos todos no limite. E há a Parede dos Campeões em todos os lugares aqui! Então, uma pista realmente complexa e incrivelmente rápida. Era entretanto agradável. Intenso, mas agradável”.

“Acho que esse foi um pouco mais de ‘coração na boca’ para todos nós. E sim, conseguimos aquela volta … que no final foi boa o suficiente, mas se Max tivesse terminado sua volta eles estariam na frente. Portanto, de qualquer maneira, estou feliz, grato e, sim, só temos que trabalhar como uma equipe amanhã a partir daí”.

Title-Permutations-Saudi-web.jpg

Enfrentando uma desvantagem de oito pontos para Verstappen, que poderia garantir seu primeiro título de F1 neste fim de semana, Hamilton ainda tem um trabalho em suas mãos para vencer o Grande Prêmio da Arábia Saudita da pole position, com Verstappen começando logo atrás dele no grid.

“Estamos aqui para vencer, é para lá que vem toda a preparação”, afirmou. “E eu acho que sem dúvida [a Red Bull] será rápida amanhã na corrida. Então … coletivamente [precisamos ser] inteligentes e trabalhar juntos como uma equipe, o que eu acho que Valtteri e eu fazemos excepcionalmente bem”.

“Sim. Também apenas aproveite; é uma corrida noturna, é uma nova pista, muitas incógnitas. Mas sim, vamos empurrar”.

Fonte: Fórmula 1


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »