Esportes

Norris diz que vai “pagar o preço” por usar softts para chegar ao Q3

Compartilhar

A McLaren deixou a sessão de qualificação da Arábia Saudita no sábado se perguntando o que poderia ter acontecido depois que Daniel Ricciardo conquistou o P11 no grid e o companheiro de equipe Lando Norris se qualificou em sétimo, depois de usar pneus macios para progredir no Q2 – e com os dois pilotos tendo motivos para estar frustrados em Jeddah.

Norris chegou ao Q3 enquanto seu companheiro de equipe foi eliminado do Q2, mas o britânico usou compostos macios mais rápidos e menos duráveis ​​para chegar ao top 10. Como resultado, ele ficou olhando para um Grande Prêmio difícil no domingo, que o verá em uma estratégia contrária à maioria, senão a todos, dos outros pilotos do grid.

“Vai ser muito complicado, especialmente porque sou o único com pneus macios,” disse Norris, “por isso vai ser difícil, mas pensei em tornar a minha corrida ainda mais difícil. Por que não?” ele brincou.

“Queríamos passar no meio. É simplesmente arriscado. Obviamente não funcionou para Danny, então poderíamos ter sido nós … se eu não fizesse uma boa volta no meio. Então decidimos ir para a opção mais segura; vamos com os softs, que pagaremos o preço amanhã, mas também nos colocou três ou quatro posições acima”.

“Mas é difícil”, acrescentou Norris, do novíssimo Jeddah Corniche Circuit. “É superdivertido, é bom chegar lá e tentar encontrar cada pedaço de tempo de volta e correr esses riscos e brincar com fogo assim … Não estou feliz com o quali”.

Ricciardo, que largou em 11º ao lado do qualifier P10 Antonio Giovinazzi, disse que tinha ritmo para muito mais na noite de sábado e revelou que sofreu danos que lhe custaram um tempo significativo em sua última corrida do Q2.

“Danificamos o carro no meio-fio na última volta, e o chão começou a se arrastar nas retas, então perdi, não sei, décimos – muito tempo de volta”, disse o australiano. “É um meio-fio que usei neste fim de semana e … Não posso deixar de me sentir azarado agora. Portanto, é muito frustrante”.

“Então passamos facilmente [para o Q3] e acho que fomos rápidos,” acrescentou Ricciardo, cujo tempo de volta do Q1 teria sido bom o suficiente para P5 no Q2. “Fizemos boas alterações na configuração do P3 para a qualificação. Obviamente vou assumir alguma responsabilidade, talvez tenha tentado usar um centímetro a mais, mas ao dizer isso … foi uma coisa tão pequena, dói tanto ser penalizado”.

“Estou frustrado por todos porque realmente demos um passo muito bom e acho que teríamos sido muito, muito competitivos no terceiro qualify”, concluiu.

A frustração de Ricciardo foi ainda mais compreensível dado que a McLaren marcou apenas quatro pontos nas últimas três corridas, permitindo que os rivais do P3 Ferrari ganhassem 39,5 pontos na frente dos construtores – com o próprio Ricciardo agora sem marcar desde Austin.

Fonte: Fórmula 1


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »