Esportes

Verstappen dá sua opinião sobre os incidentes polêmicos com Hamilton

Compartilhar

Em meio a uma batalha acalorada com Lewis Hamilton na Arábia Saudita, Max Verstappen acabou como o segundo melhor – um resultado que coloca os dois lutadores do título empatados até a final. Mas o piloto da Red Bull disse que não achava que valia a pena lutar contra Hamilton depois de receber uma penalidade de cinco segundos na corrida, ao dar sua opinião sobre o incidente da Curva 27.

Verstappen caiu na qualificação e começou a corrida inaugural de Jeddah no P3, mas foi empurrado para a liderança depois de ficar de fora durante o primeiro Safety Car e escolher trocar de pneus na paralisação com bandeira vermelha resultante.

Ele manteve a liderança até a volta 44 – passando anteriormente por Esteban Ocon e Lewis Hamilton no segundo reinício da corrida com um movimento incrível – mas recebeu uma penalidade de cinco segundos por deixar a pista e ganhar vantagem na Curva 1 antes do movimento de Hamilton. O holandês disse que a penalidade efetivamente o impediu de lutar pela vitória.

“Quando me disseram que eu tinha a penalidade de cinco segundos, não valia a pena lutar mais porque eu nunca puxaria uma diferença de cinco segundos”, disse o líder do campeonato. “Então, sim, muita ação, muitas coisas que aconteceram. Penso que, no final das contas, não tivemos um ritmo perfeito na corrida, talvez os pneus médios também não tenham sido fantásticos no final. Acho que os pneus duros [de Hamilton] tiveram um pouco mais de vida, mas como sempre, é fácil dizer depois”.

“No final, aquela penalidade de cinco segundos eu não acho que seja correta, mas no final do dia eu não quero falar muito sobre isso porque eles não merecem nenhuma palavra saindo da minha boca”.

“Acho interessante que sou eu quem leva uma penalidade quando nós dois ficamos sem as linhas brancas”, acrescentou. “No Brasil foi bom, mas de repente recebo uma penalidade por isso; você pode ver que nós dois não fizemos a curva. Mas tudo bem, eu também não gasto muito tempo nisso. Temos que seguir em frente”.

Houve vários pontos de inflamação na corrida e ambos os protagonistas do campeonato foram convocados aos comissários para um incidente na Curva 27, que viu Verstappen retardar para dar o P1 a Hamilton – enquanto Hamilton foi aparentemente pego de surpresa e erroneamente bateu na traseira do Red Bull.

Verstappen explicou o seu lado da história: “Disseram-me para devolver a posição e, então, imediatamente quando ouvi isso no rádio, apenas puxei para a direita, mostrando que ia mudar de posição, e travei, reduzi , e ele apenas ficou atrás de mim – então eu estava apenas olhando no espelho e estou diminuindo a velocidade e acho que houve um pequeno erro de comunicação e ele bateu nas minhas costas”.

Tendo conquistado 18 pontos contra 26 de Hamilton na Arábia Saudita, Verstappen chega ao nível final da temporada com o heptacampeão – mas à frente por ter vencido mais corridas nesta temporada. O Piloto do Dia disse estar “animado” com o fato de o título estar chegando ao fim.

“Estamos iguais em pontos agora, e acho que isso é realmente emocionante, é claro, para todo o campeonato e a Fórmula 1 em geral … Sim, será decidido lá, então espero que tenhamos um bom fim de semana, então vamos ver”, concluiu Verstappen.

Fonte: Fórmula 1


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »