Esportes

Gasly está “super feliz” por terminar à frente das Ferraris em Jeddah

Compartilhar

Foi uma história de duas corridas para AlphaTauri na Arábia Saudita, quando Pierre Gasly superou a dupla da Ferrari e terminou em sexto, somando seu 100º ponto na temporada – enquanto seu companheiro de equipe Yuki Tsunoda sofreu uma penalidade de cinco segundos por colidir com Sebastian Vettel e terminou em 14º .

Gasly desfrutou de ritmo competitivo ao longo do fim de semana, qualificando-se em sexto e terminando lá por ter trocado de pneus durante a primeira paralisação com bandeira vermelha. Com Charles Leclerc em sétimo, três segundos atrás, e Carlos Sainz em oitavo, Gasly ficou encantado por vencer as Ferraris na corrida em Jeddah – e somar 100 pontos.

“Sim, super feliz: mais um dos seis primeiros para nós e estamos terminando na frente das duas Ferraris de uma forma incrível”, disse Gasly. “Isso significa que alcançamos 100 pontos na temporada do meu lado, que foi a maior meta do ano. Muito feliz com isso e pela equipe.

No entanto, com Esteban Ocon terminando em quarto e declarando Alpine uma força a ser considerada, Gasly concordou e disse que sua equipe precisa de uma resposta para o ritmo de seu rival no meio-campo.

“Foi difícil, precisamos analisar um pouco mais porque fomos mais lentos nas retas em relação aos nossos principais rivais. Nas curvas penso que fomos bastante competitivos, muito diferentes do Qatar, mas no fim fomos rápidos, conseguimos apanhar o Daniel [Ricciardo] no final, mas não tínhamos ritmo para as Alpines. Eles simplesmente encontraram algo no final do ano, mas faremos uma revisão objetiva. É um P6, então temos que estar muito satisfeitos com isso”, explicou.

Tsunoda, por outro lado, terminou em 14º dos 15 corredores depois de colidir com Vettel na Curva 2 na volta 22 (acima), recebendo uma penalidade de cinco segundos, e se desculpou pelo incidente após a corrida. Ele também enfrentou Esteban Ocon da Alpine no início.

“A última [re] partida correu bem, mas [eu] perdi muitas posições”, disse ele. “Um erro na ultrapassagem e eu tive uma colisão com o Vettel, foi completamente minha culpa, então eu peço desculpas ao Sebastian e sim, uma pena.

“O ritmo do carro parecia muito bom nessa altura da corrida, por isso devia ter segurado e esperado outra oportunidade para ultrapassar. Foi meu erro e pedi desculpas a ele. É frustrante, pois sinto que os pontos foram oferecidos hoje”, concluiu.

AlphaTauri está agora 29 pontos atrás de Alpine com uma corrida pela frente – mas garantiu P6 no campeonato depois do Grande Prêmio da Arábia Saudita, que viu o rival Aston Martin sair sem pontos.

Fonte: Fórmula 1


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »