Esportes

Horner admite que a Red Bull “precisa de um milagre” para ganhar o campeonato de construtores 

Compartilhar

Lewis Hamilton e Max Verstappen podem estar empatados em pontos antes do Grande Prêmio de Abu Dhabi de 2021, mas a Red Bull está 28 pontos atrás da Mercedes – deixando o chefe da equipe, Christian Horner, em dúvida sobre suas chances de levar o título de construtores deste ano.

Foi em 2013 que a Red Bull venceu pela última vez o campeonato de construtores (usando a força da Renault), enquanto seus fornecedores atuais, a Honda, levaram uma equipe ao título pela última vez em 1991.

Neste fim de semana, no entanto, ambos enfrentam uma luta difícil pelo título de equipes em Abu Dhabi, depois que Sergio Perez abandonou o GP da Arábia Saudita, enquanto Verstappen terminou em segundo com Lewis Hamilton P1 e Valtteri Bottas P3. E o chefe da Red Bull, Horner, admitiu que precisava de “um milagre” para conquistar os construtores agora.

“Esta equipe fez uma campanha fenomenal este ano, vencemos 10 corridas. Pegamos Mercedes – e quem diria isso neste ano – levamos todos eles até a corrida final; construtores, estamos com o pé atrás, precisamos de um milagre para ganhar isso”, disse ele.

“Temos mais uma chance de tentar ganhar este título [de pilotos] com Max e vamos dar tudo o que pudermos, vamos nos preparar, vamos nos reagrupar. E os caras, eles não estão desanimados, eles podem se orgulhar do esforço que foi feito, e veremos”.

Saudita perez.png
Perez abandonou o GP da Arábia Saudita enquanto Verstappen terminou em segundo

Como Horner mencionou, ainda há o campeonato de pilotos para disputar, e neste fim de semana podemos ver um título inédito para Verstappen ou um oitavo recorde para Hamilton. Horner acrescentou seus pensamentos sobre a batalha.

“Tanto Lewis quanto Max sairão por cima no próximo fim de semana. O prestígio está nos pilotos, então para a equipe, ironicamente, o título dos construtores é muito, muito importante, mas do prestígio, do ponto de vista esportivo, é sobre os pilotos e esse é o grande”, disse.

“Olha… vamos lá empatados no Mundial, liderando em virtude das vitórias nas corridas. É quem termina na frente, é uma luta direta como tem sido o ano todo. Agora a Mercedes venceu três consecutivas, Max venceu duas antes disso. Quem vai sair por cima no próximo fim de semana? Eu não faço ideia”.

“Obviamente, vimos pelo desempenho nas últimas corridas que a forma está com a Mercedes. Acho que novamente o Max lutou como um leão [na Arábia Saudita], deu de tudo”, concluiu o chefe da Red Bull.

Fonte: Fórmula 1


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »