News

Governo do Tocantins faz nova prorrogação da campanha de vacinação contra febre aftosa para 31 de dezembro

Compartilhar

Medida visa atender demandas dos produtores rurais que não encontraram vacinas nas revendedoras de alguns municípios.

O Governo do Tocantins, por meio da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) prorrogou novamente o prazo de encerramento da segunda etapa da campanha de vacinação contra febre aftosa para o dia 31 de dezembro de 2021. O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) deu parecer favorável após a nova solicitação, que foi motivada pela dificuldade dos produtores rurais de encontrar vacinas nas revendas agropecuárias e distribuidoras do Estado. A campanha iniciou no dia 1º de novembro com a expectativa de vacinar 4,5 milhões de bovinos e búfalos de zero a 24 meses de idade.

Para efetivar o novo pleito, a Adapec reuniu-se com lojistas e distribuidoras de vacinas contra febre aftosa no dia 3 de dezembro, bem como ouviu produtores rurais. “Representantes da cadeia produtiva relataram desabastecimento do imunizante, portanto, para não prejudicar os resultados da vacinação dilatamos mais uma vez o prazo e estamos acompanhando de perto todo o processo”, explica o responsável pelo Programa Estadual de Vigilância em Febre Aftosa da Adapec, João Eduardo Pires.

João Eduardo enfatizou que a instituição já requisitou em outubro deste ano 15,5 milhões de doses de vacinas ao Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal (Sindan), para serem reservadas às campanhas de maio, novembro e da Ilha do Bananal em 2022.  

Vale lembrar que, a comprovação da vacinação é obrigatória e precisa ser realizada até 10 dias após a compra da vacina, nas unidades da Adapec mais próxima. É preciso levar a nota fiscal da compra do produto e preencher a carta-aviso. Para quem não tem animais na faixa indicada na campanha precisa atualizar informações dos demais rebanhos. A multa é de R$ 5,32 por animal e R$ 127,69 por propriedade não declarada.  

De acordo com informações do Mapa, o órgão com o apoio do Sindan, tem monitorado a produção e distribuição de vacinas no Brasil, e que há imunizante suficiente para todos os animais alvos dessa etapa de novembro. A prorrogação está em mais 13 estados. O Ministério afirma que no caso de alguma dificuldade de acesso à aquisição da vacina contra a febre aftosa, distribuidoras e revendas deverão entrar em contato com o Sindan pelo e-mail: sindan@sindan.org.br.

Fonte: Governo do Tocantins


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »