Opinião

La Casa de Papel e sua popularidade ideológica

Compartilhar

Como a série La Casa de Papel se tornou um sucesso mundial usando o drama, o exagero e a ideologia progressista.

Embora tenha sido criada para a emissora Antena 3 da Espanha e planejada como uma série limitada, sua popularidade mundial chamou a atenção o serviço da Netflix, que a adquiriu e passou a transmiti-la em dezembro de 2017. La Casa de Papel logo se tornou a série em outro idioma que não o inglês mais assistida do serviço de Streaming, em abril de 2018, chegou a superar o programa Stranger Things.

Como explicar esse fenômeno?

A crítica avalia que La casa de Papel está definindo um padrão de drama televisivo que é capaz de atrair não apenas o público de sua cultura de origem, mas de todo o mundo usando um estilo de novela para contar uma história que tem reviravoltas ultrajantes e muita paixão, todavia, isso não passa de um disfarce para propagar uma agenda social profundamente complexa.

Pessoas dizem que La Casa de Papel conta a história clássica de “um roubo perfeito” do ponto de vista dos ladrões e que a peculiaridade desse roubo atrai grande parte do público, que por vezes encontra semelhanças com o que acontece em seus países.

Já outros muitos podem alegar que La Casa de Papel não é sobre como ou se o assalto acontecerá, mas sobre os dramas interpessoais que surgiram ao longo do caminho entre os belos ladrões, seus reféns e as “autoridades” que tentam negociar com eles.

Porém, a teoria que talvez se aplique melhor, seja o fato de que com suas ideias deturpadas de “mocinho e “bandido” e sua ideologia progressista, o criador conseguiu cativar o público com apelos exageradamente anticapitalistas em um momento de incerteza financeira global. Isso faz com que o telespectador tenha fé em anti-heróis que jamais existirão.

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Camila Honorato

Colunista associada para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »