Esportes

Norris quer evitar “polêmica” de se envolver na luta Hamilton-Verstappen

Compartilhar

Lando Norris disse que tem uma visão “privilegiada” do confronto crucial entre os rivais da primeira fila, Lewis Hamilton e Max Verstappen em Abu Dhabi, após conquistar o P3 no grid para a McLaren. Mas o britânico permaneceu cauteloso com a ameaça da Ferrari atrás.

Norris se classificou com um sensacional terceiro, oito décimos do polesitter Verstappen, em uma sessão de qualificação emocionante que o viu superar Sergio Perez (quarto) da Red Bull, Carlos Sainz (P5) da Ferrari, Valtteri Bottas (P6) da Mercedes e Charles Leclerc no P7 por Ferrari.

Com P3 na classificação de pilotos e construtores em jogo neste fim de semana, Norris tem a oportunidade de recuperar a desvantagem de quatro pontos que ele tem no primeiro atrás de Charles Leclerc – mas também uma visão brilhante da partida que verá Verstappen e Hamilton luta cara a cara pela supremacia do campeonato.

“Estou no melhor lugar para amanhã, então estou muito animado para ver tudo se desenrolar, ver o que acontece. Acho que é um verdadeiro prazer estar nesta posição, ver tudo o que está acontecendo nesta temporada entre Max e Lewis e assistir as batalhas, assistir as corridas porque tenho muito respeito por eles”, disse ele.

“Então, sim, estou muito feliz por ser o P3, não apenas porque é uma boa posição para começar, mas porque me dá uma posição privilegiada para ver amanhã”.

Mas o piloto da McLaren admitiu que carrega uma sensação de apreensão começando atrás dos protagonistas do campeonato no domingo: “Sim, estou um pouco nervoso, porque eu meio que quero ficar onde estou e apenas ver tudo se desenrolar nas primeiras voltas ou até a corrida inteira, mas também não quero me envolver muito porque pode causar muita polêmica.

“Eu não sei se devo ir para a frente, não devo ir para a frente – diga-me você!” disse ele ao entrevistador David Coulthard. “Mas se eu tiver uma chance, vou em frente”.

Quanto à batalha contra Leclerc e Sainz, acrescentou: “Estava apenas cinco centésimos à frente do Carlos – por isso não é que estejamos milhas mais rápidos e vamos estar confortáveis ​​amanhã. Mas definitivamente apenas eliminá-los foi uma coisa boa para mim e para a equipe”.

O companheiro de equipe Daniel Ricciardo qualificou-se em 10º para a McLaren e ficou desapontado por não estar tão longe no grid, já que ofereceu uma frase de escolha para como se sentiu no sábado à noite no Circuito Yas Marina.

“É sempre bom estar no Q3, mas se você for o décimo no terceiro qualify, parece uma porcaria”, disse Ricciardo. “Então estava certo; Quer dizer, eu digo que estava tudo bem, não era realmente tão bom … Então, vamos tentar descobrir e sim, temos o amanhã, então espero que seja um pouco mais competitivo a longo prazo”.

O australiano continuou dizendo que iria desencadear alguma “raiva” no domingo.

“Especialmente depois de uma qualificação não tão boa, você está sempre ansioso pela corrida e tira um pouco da raiva no domingo. Eu tenho 50 voltas para fazer isso, e é a última do ano, então vamos ver … o que acontece”.

“Eu adoraria estar mais longe hoje, mas é isso. Não é a primeira vez neste ano que eu gostaria de ter terminado um pouco mais em alta. Mas sim, como eu disse, amanhã [eu] poderia dar a volta por cima”, concluiu Ricciardo.

Fonte: Fórmula 1


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Translate »