News

A ex-princesa Mako do Japão é vista na ruas de Nova York ao lado do marido

Compartilhar

A princesa Mako desistiu de seus títulos reais para se casar com Kei Komuro, um plebeu que trabalha em um escritório de advocacia em Nova York.

O casal foi flagrado no último domingo em um passeio pela cidade de Nova York, para onde se mudaram no mês passado, após sua discreta cerimônia de casamento. Como a lei no Japão exige que uma princesa “deixe a família imperial ao se casar com um plebeu”, a ex-princesa Mako abriu mão de seus títulos reais para se casar com Komuro. Ela também recusou um pagamento de US $ 1,3 milhão do governo japonês, tradicionalmente pago a mulheres reais que perdem seu status real quando se casam.

Mako e Komuro usavam conjuntos verdes e cinzas no passeio, ambos usavam máscaras.

A ex-princesa Mako e seu marido, ambos de 30 anos, chegaram ao Aeroporto Internacional John F. Kennedy, na cidade de Nova York, em 15 de novembro, poucas semanas após o casamento. Eles estão alugando um apartamento em Nova York, de acordo com a BBC, onde Komuro trabalha em um escritório de advocacia depois de se formar em direito pela Fordham University.

De acordo com relatórios no início deste mês, Komuro foi reprovado no exame da ordem, mas planeja refazê-lo.

O casal se conheceu enquanto participava de um evento em um restaurante em Shibuya, um distrito de Tóquio. Na época, os dois eram alunos da International Christian University em Tóquio.

“Primeiro fui atraída por seu sorriso brilhante”, disse Mako, de acordo com o The Telegraph.

Komuro a pediu em casamento durante um jantar em dezembro de 2013, e seu relacionamento à distância continuou de maneira discreta enquanto Mako estudava para seu mestrado no exterior.

O casal finalmente anunciou seus planos de casamento em setembro de 2017, mas a cerimônia fi sendo sucessivamente adiada após uma disputa envolvendo dinheiro entre a mãe de Komuro e seu ex-noivo vir à tona.

“Lamento o transtorno causado e sou grata por aqueles … que continuaram a me apoiar”, disse Mako em uma coletiva de impressa após seu casamento. “Para mim, Kei é insubstituível – o casamento foi uma escolha necessária para nós.”

Com informações de People


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Fernanda da Silva Flores

Fernanda da Silva Flores é graduada em História pela Universidade Norte do Paraná (2018) e possuí pós-graduação em Gestão Educacional (2019) pela mesma instituição. Fundou o site Rainhas na História em setembro de 2016, onde aborda a vida de grandes personagens históricas ao longo dos séculos. Reside em Itajaí, Santa Catarina, Brasil.
Botão Voltar ao topo
Translate »