fbpx
News

Sergipe é o melhor do país pelo segundo mês consecutivo: abertura de empresas em 24 horas

Compartilhar

Em novembro, 412 novas empresas foram constituídas em 24 horas.

A Junta Comercial de Sergipe (Jucese) registra os melhores resultados na abertura de novas empresas, e não é de agora que a autarquia tem ocupado lugar de destaque. Na média de janeiro a novembro, tornou-se a Junta Comercial mais rápida do país, a agilidade para lidar com os trâmites processuais elevaram Sergipe à categoria de relevância nacional.

Em novembro, 412 novas empresas foram constituídas em 24 horas – o menor tempo do Brasil pelo segundo mês consecutivo. Desse total, 358 foram abertas em questão de segundos através do deferimento automático. Dados são da Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim). (https://estatistica.redesim.gov.br/tempos-abertura)

O auditor fiscal da Receita Federal do Brasil (RFB) e gerente nacional da Redesim, Carlos Nacif, parabenizou a Jucese pelos resultados de destaque nacional. “Abrir uma empresa em 24 horas é uma vantagem competitiva muito grande para o estado sergipano, e quem tem a comemorar com essa conquista são os empreendedores e a comunidade local, que vai sempre se beneficiar com esse processo”, frisa Carlos Nacif.

Segundo o presidente da autarquia, Marco Freitas, o progresso da Jucese anda lado a lado com a economia sergipana. “Os efeitos positivos das medidas que adotamos, por meio dos investimentos do Governo do Estado, visando à desburocratização do registro empresarial, estão rendendo excelentes resultados. O surgimento de novas empresas impulsiona cada vez mais a economia local, por isso estamos trabalhando para continuar entregando os melhores serviços à comunidade empresarial”, promete Freitas.

Em relação ao mesmo período do ano passado, houve um crescimento de 9% em novas constituições. E, quando a comparação se estende aos onze meses do ano, acerca do mesmo período de 2020, o aumento é de 24%. O saldo segue superando o número de baixas: 233 empresas foram fechadas em novembro e mais 412 foram abertas.

Fonte: Governo de Sergipe


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »