Esportes

Latifi fala sobre ameaças de morte que recebeu após acidente em Abu Dhabi

Compartilhar

O canadense Nicholas Latifi se manifestou na terça-feira após receber ameaças de morte e abusos online devido a um acidente no Grande Prêmio de Abu Dhabi, em 12 de dezembro, que levou Max Verstappen da Red Bull a ganhar o título de Fórmula 1 e a derrota Lewis Hamilton.

O piloto da Williams trouxe o safety car no final da corrida, com uma mudança no procedimento dando a Verstappen a oportunidade de ultrapassar Hamilton da Mercedes na última volta.

Antes da batida, Hamilton estava rumando para um oitavo título recorde.

Latifi disse em um comunicado em seu site que decidiu abordar a questão dos abusos depois de ficar fora das redes sociais para deixar as coisas se acalmarem.

Ele disse que espera iniciar outra conversa sobre as “consequências drásticas” do bullying online.

“Recebi milhares de mensagens em minhas contas de mídia social … a maioria foi de apoio, mas tem havido muito ódio e abuso também”, disse o jovem de 26 anos.

“Como vimos várias vezes, em todos os esportes diferentes, basta um incidente na hora errada para ter as coisas completamente fora de proporção e trazer à tona o que há de pior nas pessoas que são chamadas de ‘fãs’ do esporte”.

“O que me chocou foi o tom extremo de ódio, abuso e até mesmo as ameaças de morte que recebi.”

Latifi disse que se desculpou com sua equipe pelo acidente e que o resto estava fora de seu controle. Ele disse que não é estranho a comentários negativos sobre suas atuações e que ter a pele grossa faz parte de ser atleta.

“Mas muitos dos comentários que recebi na semana passada ultrapassaram os limites para algo muito mais extremo. Me preocupa como outra pessoa poderia reagir se esse mesmo nível de abuso fosse dirigido a ela”, acrescentou.

A situação de Latifi era semelhante à do alemão Timo Glock em 2008, quando o piloto da Toyota recebeu ameaças de morte após ser ultrapassado por Hamilton na última curva da última volta da última corrida no Brasil.

Hamilton conquistou aquele título, o seu primeiro, com Felipe Massa, da Ferrari, perdendo.

Verstappen falou em defesa de Latifi na semana passada, dizendo que os acidentes são apenas uma parte das corridas de automóveis e que seria injusto culpar o canadense.

Fonte: Reuters


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »