Esportes

Chelsea luta para empatar em 2-2 com o Liverpool 

Compartilhar

O Chelsea se recuperou de dois gols para empatar em 2 a 2 com o Liverpool em um confronto sem fôlego entre os dois hesitantes caçadores do título em Stamford Bridge no domingo, com o empate deixando o Manchester City com 10 pontos de vantagem na liderança.

Todos os gols foram marcados no primeiro tempo, com Mateo Kovacic e Christian Pulisic empatando com o Chelsea pouco antes do intervalo, depois que Sadio Mane e Mohamed Salah colocaram o Liverpool na frente.

O resultado fez com que o Chelsea permanecesse em segundo lugar com 43 pontos em 21 jogos, um ponto à frente do Liverpool, que tem um jogo a menos. O líder Manchester City tem 53 pontos em 21.

O zagueiro do Liverpool, Virgil van Dijk, disse que não era inevitável que o City acabasse com o título.

“Nada é impossível”, disse ele à BBC. “É uma grande lacuna, mas é futebol e tudo pode acontecer”.

Com os dois lados enfraquecidos pelas ausências – e o Chelsea deixando o atacante Romelu Lukaku após criticar as táticas de Thomas Tuchel – o Liverpool rapidamente dominou o jogo por meio de Mane e Salah antes de partirem para a Copa Africana de Nações.

Mane, que escapou com apenas um cartão amarelo após uma cotovelada no rosto do capitão do Chelsea, Cesar Azpilicueta nos segundos iniciais, aproveitou um erro de Trevoh Chalobah para abrir o placar aos nove minutos.

Salah aumentou a vantagem 17 minutos depois, quando passou por Marcos Alonso como um fantasma para chegar a um passe de Trent Alexander-Arnold e ergueu a bola sobre o goleiro Edouard Mendy de um ângulo apertado.

Chalobah se redimiu após seu erro anterior com um último desarme para impedir Salah de marcar um terceiro para o Liverpool, cujo técnico Juergen Klopp também estava ausente devido a COVID-19.

Os “blues” recuperaram o seu caminho aos 42 minutos, quando Kovacic rematou de forma majestosa para o poste da entrada da área, após um soco do guarda-redes reserva do Liverpool, Caoimhin Kelleher.

Quatro minutos depois, o Chelsea empatou quando Pulisic aproveitou um passe de N’Golo Kante que bateu a armadilha de impedimento do Liverpool e o atacante americano friamente ergueu a bola por cima de Kelleher para a rede.

Ambos os lados chegaram perto no segundo tempo, com Mendy e Kelleher fazendo boas defesas.

Mendy, que também deve se dirigir à Copa das Nações da África, que começa em 9 de janeiro, acertou um chute de Salah no dia 57 e teve que repetir o feito dois minutos depois para defender de Mane.

No 62º, Kelleher – substituindo Allison Becker, um dos três jogadores do Liverpool fora por COVID-19 – salvou um cabeceamento à queima-roupa de Pulisic. Vinte minutos depois, o goleiro irlandês estava em ação novamente para impedir um chute de Mason Mount.

Pulisic disse que os anfitriões ficaram chocados por estarem a dois golos de desvantagem.

“Foi um primeiro tempo incrível”, disse ele à BBC. “Você sente que, depois de conseguirmos o ímpeto e voltarmos 2-2, é um pouco frustrante não conseguir vencer, mas provavelmente um resultado justo no final.”

Fonte: Reuters


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »