Esportes

Treinador de Darlan Romani, cubano Justo Navarro retorna ao Brasil após um ano

Compartilhar

Funcionário da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) disse estar feliz por voltar ao trabalho presencial nas pistas.

O treinador cubano Justo Manuel Navarro Despagne, de 71 anos, um dos maiores especialistas do mundo no arremesso do peso, está de volta ao Brasil, após uma ausência de um ano causada pela pandemia da Covid-19. O treinador que é funcionário da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), disse que está muito feliz por voltar ao trabalho e aos treinamentos com Darlan Romani e Geisa Arcanjo. O cubano desembarcou domingo em São Paulo, foi no mesmo dia para Bragança Paulista e já deu treino em dois períodos, tanto na segunda-feira quanto nesta terça-feira (3 e 4/1), no Centro Nacional Loterias Caixa de Desenvolvimento do Atletismo, em Bragança Paulista.


“Vamos lutar por uma medalha no Mundial de Atletismo. O Darlan tem condições de lutar por medalha”, afirmou o cubano. O Mundial de Atletismo será em Oregon, nos Estados Unidos, entre 15 e 24 de julho.

“Ele estar aqui nos dá mais segurança porque acompanha o treino e vê o que pode aumentar ou diminuir. O olho é técnico. E também porque corrige os erros na hora”, disse Darlan sobre o “profe”.

Mesmo de longe, Navarro seguiu encaminhando as planilhas para os atletas na preparação para os Jogos Olímpicos do Japão. “Eu fiquei fora, o Darlan pegou Covid, a vida se complicou muito na pandemia e, por isso, acho que o quarto lugar em Tóquio foi bom”, disse Justo.

Darlan também disputará o Mundial Indoor marcado para 18 a 20 de março em Belgrado, na Sérvia. Quarto colocado nos Jogos Olímpicos de Tóquio, no Japão, em 2021, 4º no Mundial de Doha, no Catar, e campeão pan-americano em Lima, Peru, em 2019.

Além de Darlan, Justo apontou outros atletas talentosos no Brasil no arremesso do peso, como Wellington Morais, o Maranhão, segundo no ranking brasileiro de 2021 (20,28 m), e William Denilson Venâncio Dourado, o terceiro (19,95 m). “Eu não sou o responsável porque não sou Deus, mas considero que a evolução do arremesso do peso masculino no Brasil foi gigantesca”, comentou o treinador, que ministra e participa de campings de desenvolvimento do arremesso do peso.

Justo Navarro chegou ao Brasil em 2010, primeiro foi para Uberlândia (MG), depois para São Caetano e Bragança Paulista, em São Paulo, trazendo a experiência de quem já tinha treinado a campeã olímpica do arremesso do peso em Atenas-2004, Yumileid Cumbá, e a campeã pan-americana no Rio-2007, Misleydis González.

Fonte: COB


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »