Opinião

Peaky Blinders e sua abordagem histórica

Compartilhar

Uma reflexão sobre o porquê da história de Tommy Shelby e de sua criminosa família agradar tanto ao público.

Apesar da liberdade criativa, o showrunner Steven Knight parece não abrir mão da História. Disponíveis no catálogo da Netflix, as cinco temporadas anteriores cobrem vários acontecimentos marcantes da década de 20, mostrando seu impacto sobre a vida e os negócios dos Shelby. Além de servirem como pano de fundo, as transformações políticas, econômicas e sociais da época inspiram algumas das reviravoltas enfrentadas pelos personagens.

A série consegue sair da mesmice de outras produções que abordam sempre temas ambientados na década de 80, e nela podemos acompanhar a ascensão dos irmãos Shelby após retornarem, ambos bem traumatizados, da Primeira Guerra Mundial.

Parece muito clichê, visto que, já estamos acostumados com conteúdos parecidos. Mas o que Peaky Blinders apresenta vai muito além de qualquer outro filme do gênero. Na série, podemos observar os movimentos comunistas e a formação sindical do proletariado inglês do começo do século XX , acompanhamos também o desenvolvimento da indústria automobilística, o tráfico de bebidas alcoólicas para os Estados Unidos em plena Lei Seca feito entre as gangues irlandesas e judias sediadas em Birmingham e Londres, vimos os mafiosos italianos liderados por Al Capone e até mesmo a crise instaurada pela queda da bolsa de valores de Wall Street. Tudo isso claro, com muita técnica.

Certamente, a 6ª temporada , que servirá como a última da produção, abordará grandes conflitos e também resoluções épicas para alguns personagens. Porém, vale ressaltar que, conforme divulgado anteriormente por Steven Knight, criador da série, Peaky Blinders terá um encerramento definitivo nos cinemas, tendo em vista que um filme está sendo preparado para o desfecho da narrativa.

Portanto, fique atento e não deixe de conferir! No Brasil, a série da BBC está disponível na Netflix.

Fonte: Universo Nerd

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Camila Honorato

Colunista associada para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »