News

Omã comemora segundo aniversário da ascensão do Sultão Haitham

Compartilhar

A data de 11 de janeiro é especial para Omã, pois marca o dia da ascensão ao trono do Sultão Haitham bin Tarik, que sucedeu o Sultão Qaboos bin Said bin Taimour, que faleceu em 10 de janeiro de 2020 aos 79 anos, vítima de câncer colorretal. A doença havia sido diagnostica em 2014.

Desde que assumiu as rédeas do poder em Omã, o Sultão Haitham convocou todos os cidadãos a continuarem a salvaguardar as conquistas dos reinados anteriores e a trabalhar pelo constante desenvolvimento do país. O projeto ‘Oman Vision 2040’ serve como uma espécie de roteiro para todas as aspirações.

De acordo com o site Oman Daily Observer o atual sultão mantém as tradições de Omã de solidariedade dos cidadãos com suas lideranças. Ele continua a atender cidadãos de todas as províncias do Sultanato de Omã, agindo a partir de sua profunda convicção da importância de interagir diretamente com o público e ouvir opiniões e propostas que atendam aos interesses do país e de seus cidadãos.

As instituições modernas do Estado são compostas pelo Conselho de Omã, com as suas câmaras bicamerais do Conselho de Estado e do Conselho Shura, e os conselhos municipais em diferentes províncias do Sultanato de Omã.

Feitos do reinado do Sultão Haitham

Do lado econômico o Sultão Haitham instituiu o Plano de Equilíbrio Fiscal de Médio Prazo (2020-2023), que continua a apresentar resultados positivos em seu segundo ano em Omã, incluindo a redução do déficit de 2021, controle dos gastos públicos, redução da dívida pública e aumento do Banco Central de Reservas de Omã em moeda estrangeira. Um dos resultados foi que as agências globais de classificação de crédito alteraram o status de Omã para ‘estável’ e ‘positivo’.

Por sua vez, a necessidade de abordar as repercussões do Covid-19 em Omã exigiram a formação de um Comitê Supremo encarregado de enfrentar os impactos da pandemia e lidar com suas consequências econômicas da mesma. Como resultado, as vacinas aprovadas por órgão internacionais foram endossadas e aplicadas em massa nos cidadãos e residentes de Omã.

Quem é o sultão de Omã?

O Sultão Haitham assumiu o cargo de governante de Omã em 11 de janeiro de 2020, horas após a morte de seu primo, o Sultão Qaboos, que liderava o país desde 1970.

O filho mais velho do Sultão Haitham, Dhi Yazan bin Haitham, foi nomeado príncipe herdeiro de Omã um dia depois.

Na segunda-feira, o Sultão Haitham anunciou uma doação de 20 milhões de riais para cada uma das 11 províncias do país ao entrar no terceiro ano de seu reinado com o objetivo de melhorar o padrão de vida do país.

Ele também perdoou 229 presos por ocasião doo aniversário de sua ascensão ao trono.


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Fernanda da Silva Flores

Fernanda da Silva Flores é graduada em História pela Universidade Norte do Paraná (2018) e possuí pós-graduação em Gestão Educacional (2019) pela mesma instituição. Fundou o site Rainhas na História em setembro de 2016, onde aborda a vida de grandes personagens históricas ao longo dos séculos. Reside em Itajaí, Santa Catarina, Brasil.
Botão Voltar ao topo
Translate »