Educação

Por que ler histórias para crianças?

Compartilhar

Ler histórias para os mais novos é sinônimo de conhecer quem as conta, a criança e o autor. É uma prática que oferece muitos benefícios. Ajuda a estimular e desenvolver a imaginação das crianças, ao mesmo tempo que promove um espaço de calma e fortalece a relação.

Ler histórias para os pequenos traz benefícios psicológicos? A resposta é sim, sem sombra de dúvida. O hábito de ler histórias para crianças no primeiro ano de vida simplifica e potencializa o desenvolvimento de algumas de suas habilidades cognitivas como memória, criatividade ou até empatia.

É importante levar em consideração uma coisa: o ponto principal, na hora da leitura, é que a história é cativante e aborda temas diversos. É especialmente necessário que este momento seja realizado antes de ir dormir. Vamos agora explicar todas as coisas boas que esta prática contém.

Há mais tesouros nos livros do que em todos os tesouros da Ilha do Tesouro.”

-Walt Disney-

A leitura facilita o processo de simbolização

A simbolização ou processo simbólico é a capacidade de criar significado a partir de imagens, palavras, histórias ou frases. Tudo pode ser representado a partir de um símbolo.

Quando lemos histórias para os mais novos, deixamos que eles criem imagens em suas mentes. Estas imagens estão relacionadas com as histórias que ouvem. Eles podem, portanto, simbolizar e moldar palavras.

Ajuda a desenvolver a teoria do pensamento

Quando falamos de pensar, estamos nos referindo à capacidade de representar nossas mentes e as dos outros. Em outras palavras, podemos pensar como o outro. É a capacidade de adotar a visão dos outros e dar-lhes reflexões, desejos, visões… Quando lemos uma história, deixamos as crianças pensarem como seus signos. Eles serão capazes de imaginar o que fariam se estivessem na mesma situação.

Além disso, a teoria da mente ajuda a antecipar situações e remove o egocentrismo. Dá às crianças a oportunidade de pensar como se fossem outra pessoa. Essa habilidade se desenvolve por volta dos 4-5 anos. Mas, contando-lhes histórias, simplificamos esse processo.

“Ler é pensar com a cabeça dos outros e não com a própria.”

-Arthur Schopenhauer-

Aumenta a imaginação

Ao contar histórias aos mais pequenos, permitimos que criem novos espaços nas suas mentes. Eles podem imaginar e se mover para outros mundos. Por fim, constroem cenários fictícios. Ao fazer isso, favorecemos a descontextualização, essa violação da rigidez mental, graças à habilidade da imaginação.

Promove o andaime

O conceito de andaime é usado na psicologia do desenvolvimento. Refere-se à orientação, ajuda e informação que as crianças recebem de seus pais ou professores para orientar seu desenvolvimento. O andaime pode, portanto, ser entendido como a estrutura básica necessária para criar outros de maior tamanho e extensão.

As histórias contadas aos mais pequenos ajudam-nos a resolver e aprofundar algumas das suas dúvidas. Muitas vezes, histórias em quadrinhos podem servir como lição de casa.

Outros benefícios

Como podemos ver, ler histórias para crianças oferece muitos benefícios. Podemos acrescentar a essa lista simplificar o processo de compreensão, ampliar o vocabulário e, claro, promover a empatia. A leitura oferece a oportunidade de descobrir novos pontos de vista.

Esse hábito estimula o desenvolvimento das crianças. Também permite estabelecer certas estruturas e funções cognitivas que se desenvolverão posteriormente. Ler uma história significa viajar e criar magia entre o leitor e o destinatário. A leitura dá asas às pessoas.

“Os livros são os amigos mais tranquilos e firmes, são os conselheiros mais disponíveis e os mestres mais pacientes.”

-Charles William Eliot-

Visite nossa biblioteca:

Print Friendly, PDF & Email

Paulo Fernando de Barros

Fundador e CEO em BAP Duna Gruppen, Paulo Fernando de Barros é editor responsável em Duna Press Jornal e Magazine.
Botão Voltar ao topo
Translate »