Esportes

As férias de 2022 é a “mais difícil do que qualquer outro inverno”, diz Alonso

Compartilhar

Fernando Alonso explicou quanto trabalho é necessário para se preparar para a nova geração de carros de Fórmula 1 – e avaliou se sua estatura como o piloto mais velho do grid torna seu trabalho mais difícil.

O bicampeão, que agendou uma cirurgia para janeiro deste ano após um acidente de ciclismo no ano passado, testemunhou os regulamentos da Fórmula 1 mudarem drasticamente ao longo de quase duas décadas no esporte. Nesta temporada, com Alonso se preparando para seu segundo ano com a Alpine, há mais um conjunto de carros novinhos em folha e um novo conjunto de regras para o espanhol entender.

Perguntado antes das férias de inverno se ele estava antecipando um regime de preparação difícil para os carros novos, Alonso disse: “Eu não acho que vai ser diferente, honestamente. Acho que vai depender mais do desempenho dos nossos carros e do trabalho no simulador, dos testes de inverno e, eventualmente, depois de três ou quatro corridas você está no topo do carro, no topo dos regulamentos, e depois disso é apenas o desempenho do carro que ditará os resultados que você obterá…”.

“Então, em termos de adaptação, não acho que será uma grande diferença – é apenas um trabalho árduo, ou mais difícil do que qualquer outro inverno, porque teremos que passar um pouco mais de tempo no simulador e junto com a equipe”.

O espanhol, no entanto, admitiu que ser o piloto mais velho do grid significa que ele terá que treinar de maneira diferente de seus colegas mais jovens e talvez se esforçar mais para manter sua estatura física à altura da tarefa.

“Obviamente eu não treino o mesmo agora que tenho 40 anos como quando eu tinha 23”, disse ele. “Tem que treinar mais, tem que alongar mais, tem que ter uma rotina alimentar diferente, fazer muitas outras coisas para estar na mesma forma, com a mesma força, então estou pronto para isso”.

“Há coisas mais satisfatórias para fazer, mas esse é o plano para este inverno: quero ser o mais forte que puder e sei que terei que treinar e terei que fazer mais do que outros pilotos porque sim, sou mais velho do que eles”, explicou.

A temporada passada mostrou que Alonso não perdeu nada de sua marca registrada e talento excepcional, o astuto asturiano conseguiu segurar Lewis Hamilton para garantir ao companheiro de equipe Esteban Ocon uma vitória inaugural na Hungria, antes de retornar ao pódio no Qatar. Como resultado, há muita expectativa sobre o que Alpine e Alonso podem realizar este ano.

Fonte: Fórmula 1


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »