fbpx
Esportes

Castroneves quer recuperar recorde no Texas

Compartilhar

Helio Castroneves disse que vem atrás de Scott Dixon esta semana no Texas Motor Speedway.

Quando o brasileiro competiu pela última vez no oval de 1,5 milhas em Fort Worth, em 2017, ele era o recordista da NTT INDYCAR SERIES com quatro vitórias. Desde então, Dixon venceu três corridas na TMS para avançar com cinco em sua carreira.

Então, agora cinco é o padrão do Texas, para grande desgosto de Castroneves.

“Eu tenho que (recuperar) esse recorde”, disse ele. “Temos que mudar isso.”

Castroneves venceu no Texas em 2004, 2006, 2009 e 2013 – tudo parte do recorde de 10 vitórias do Team Penske na pista – e ele perseguiu Sam Hornish Jr. até a linha de chegada em 2002, terminando 0,0096 de segundo atrás em uma corrida que deu a Hornish o campeonato da temporada. Essa margem é a segunda mais próxima na história da pista, atrás da vitória de Graham Rahal em 2016 (por 0,0080 de segundo) e é a sexta mais próxima da série INDYCAR.

As vitórias de Dixon no Texas vieram em 2008, 2015, 2018, 2020 e a primeira corrida de duas rodadas do ano passado. O piloto da Chip Ganassi Racing liderou um recorde de 206 voltas na vitória do ano passado.

Além da perseguição a Dixon, Castroneves gosta do XPEL 375 como um ajuste de pista oval para a corrida mais importante da temporada, as 500 Milhas de Indianápolis, onde no domingo, 29 de maio, ele buscará um quinto triunfo recorde no Indianapolis Motor Speedway. Ele venceu as “500” do ano passado pela Meyer Shank Racing, a equipe com a qual está pilotando em tempo integral nesta temporada.

No ano passado, Castroneves foi para o IMS sem ter competido em pista oval desde as “500” do ano anterior. Embora isso não tenha prejudicado seu desempenho no Dia da Corrida, ele disse que correr no Texas poderia ter sido benéfico para todo o grupo que colocou a AutoNation nº 06/SiriusXM Honda.

“É uma boa preparação”, disse Castroneves sobre as corridas ovais antes de Indianápolis. “(Nossa equipe) não teve nenhuma preparação para a Indy 500 no ano passado, e agora, sabendo o que eu sei agora, indo para um oval antes, definitivamente ajuda o que precisamos fazer para provar (nós mesmos) como equipe, como piloto, como mecânico”.

Castroneves disse que ter Simon Pagenaud na equipe MSR ajudará na preparação para Texas e Indianápolis, já que ele terminou duas vezes em segundo no Texas e venceu em Indianápolis em 2019. Pagenaud pilota a AutoNation nº 60/SiriusXM Honda após sete temporadas na Team Penske, incluindo o título da série em 2016.

Dixon, que dirige o No. 9 PNC Bank Honda, e Pato O’Ward (No. 5 Arrow McLaren SP Chevrolet) venceram as corridas do ano passado no Texas. Ed Carpenter (No. 33 Ed Carpenter Racing Chevrolet), Graham Rahal (No. 15 Fleet Cost & Care Honda de Rahal Letterman Lanigan Racing), Will Power (No. 12 Verizon Team Penske Chevrolet) e Josef Newgarden (No. 2 Hitachi Team) Penske Chevrolet) são os outros ex-vencedores de corridas do Texas neste campo.

Fonte: NTT Indycar


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
Translate »