fbpx
News

Epamig promove piscicultura mineira na região da Zona da Mata

Compartilhar

Empresa de pesquisa comercializa carpas em Leopoldina, além de atuar na seleção de material genético para o manejo.

Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) deu início à comercialização de carpas coloridas no Campo Experimental de Leopoldina, na Zona da Mata. A empresa separou um lote com 1,5 mil alevinos (carpinhas) de 5 a 8 centímetros de comprimento, que serão vendidos no valor de R$0,80 a R$1 a unidade. Os interessados devem comparecer em Leopoldina ou entrar em contato por meio dos canais de atendimento da Epamig.

A comercialização de carpas coloridas é um dos resultados das ações do Centro de Referência em Piscicultura Ornamental de Água Doce da Epamig, criado para colaborar com produtores da região.

De acordo com o pesquisador da empresa, Alexmiliano Vogel, o trabalho com carpas é um dos pilares do Centro de Referência da Epamig. “Nossos lotes de matrizes e reprodutores de carpas ainda são pequenos. Porém, há a previsão de novas aquisições para reforçar e complementar nosso plantel. Buscamos matrizes e reprodutores de cores fortes, formas e detalhes bem definidos, tudo para fornecer ao produtor peixes de qualidade”, destaca.

Quando questionado sobre os requisitos básicos para obter sucesso na criação de carpas para uso ornamental, o pesquisador é enfático em ressaltar as características da água.

“Sempre que falamos de peixe, temos de nos preocupar com os parâmetros de qualidade da água. Para as carpas, o ideal é um pH entre 7.2 e 8.5, teores de  amônia abaixo de 0.5 mg por litro, temperatura entre 18ºC e 26°C, e oxigênio em torno de 5 mg por litro”, conclui o pesquisador.

Compradores de carpas e piscicultores em geral podem entrar em contato com a Epamig de Leopoldina pelo telefone (32) 3441-2330 ou pelo e-mail celp@epamig.br.

Piscicultura ornamental

O Centro de Referência em Piscicultura Ornamental de Água Doce da Epamig foi inaugurado em 2017 e está localizado no Campo Experimental da empresa no município de Leopoldina. O centro surgiu com a função de atender a demandas de criadores e piscicultores por tecnologias para o incremento da atividade no estado.

Resultado de  parceria entre a Epamig, a Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop) e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), além do extinto Ministério de Aquicultura e Pesca (MAP), o centro gera informações qualificadas para a melhoria do desempenho técnico, ambiental e econômico da piscicultura ornamental mineira.

A atuação dos pesquisadores da Epamig é integrada com associações, cooperativas, extensão rural e demais entidades representativas, tudo para promover capacitação e o desenvolvimento de técnicas para a criação de espécies ornamentais.

A Epamig é uma empresa vinculada à Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa).

Fonte: Agência Minas


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »