fbpx
Esportes

Magnussen e Schumacher refletem sobre desempenhos contrastantes no GP da Emilia Romagna

Compartilhar

Após um difícil Grande Prêmio da Austrália, a Haas voltou à forma em Imola, com Kevin Magnussen conquistando sua terceira pontuação em quatro corridas com o P9 – embora tenha sido uma tarde mais difícil para o companheiro de equipe Mick Schumacher, que rodou duas vezes a caminho do P17.

Em quinto lugar graças a um início brilhante, Magnussen acabou de evitar a dupla de Carlos Sainz e Daniel Ricciardo, com o dinamarquês – que conquistou um incrível P4 na classificação de sexta-feira, seguido por P8 no Sprint – parecendo pronto para outra grande quantidade de pontos. Mas a equipe optou por colocá-lo uma volta mais tarde do que a maioria de seus rivais para pneus slick, um movimento que custou caro quando ele chegou em nono lugar.

“Cheguei ao P5 e o ritmo era muito bom nos intermediários”, disse ele. “Depois, a pista secou e estávamos um pouco atrasados ​​para entrar nos slicks, então fomos prejudicados por algumas pessoas. Tive um pit stop lento também, então realmente não acertou essa parte da corrida, mas ainda saiu e lutou por pontos e marcou dois pontos, três no fim de semana, muito decente”.

Enquanto Magnussen pode ter três resultados entre os 10 primeiros em seu nome, além de pontos por terminar entre os oito primeiros no Sprint, o companheiro de equipe Schumacher ainda não conseguiu a marca nesta temporada depois de chegar em 17º. O alemão fez progressos no Sprint de sábado para largar no P10 do grid, o melhor da carreira, mas não conseguiu converter isso depois de uma partida ruim que o fez perder o controle nas condições gordurosas e bater no sidepod de Fernando Alonso.

A partir daí, ele foi pego em um trem DRS e incapaz de progredir, não ajudado por uma segunda volta depois de uma viagem sobre a grama.

“A Williams foi bastante rápida na reta, então não há chance de eu passar por lá”, disse Schumacher depois. “Foi muito lamentável, mas vivemos e aprendemos, olhamos para frente e tentamos fazer melhor da próxima vez”.

1393392704
Schumacher conseguiu girar duas vezes no caminho para terminar em P17

Embora o retorno aos pontos tenha sido bem-vindo após um período difícil em Melbourne, o chefe da equipe, Guenther Steiner, não estava completamente satisfeito com o desempenho de sua equipe, já que está em oitavo de 10 no campeonato de construtores.

“Precisamos continuar trabalhando e nos colocar na posição de estar na outra ponta do meio-campo, não na parte de trás”, disse ele, depois de ver McLaren e Alfa Romeo passarem por eles na hierarquia. “Nos pneus secos – não fomos rápidos o suficiente para os outros”.

O positivo, embora indo para a primeira de duas corridas em casa para a equipe americana, é que Steiner acredita firmemente que há “mais por vir”.

Fonte: Fórmula 1


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »