Esportes

Vettel confirma que a Aston Martin está “fazendo progresso” com suas atualizações

Compartilhar

O AMR22 atualizado da Aston Martin teve um começo difícil no GP da Espanha, com a equipe voltando para casa sem pontos pela quarta vez em seis corridas este ano, depois que os dois pilotos não conseguiram sair do Q1.

A equipe certamente não deixou pedra sobre pedra, dando a Vettel uma estratégia exigente de duas paradas que viu o alemão ser o mais longo de todos no primeiro stint com o pneu de composto macio. Mas, embora Vettel tenha subido para o top 10, ele não conseguiu ficar lá quando sua estratégia funcionou e, finalmente, chegou em 11º.

“Os pneus de todos estavam caindo aos pedaços e muitos pilotos pararam bastante cedo, então tentamos algo diferente, optando por duas paradas”, disse ele. “No final, eu não acho que realmente fez muita diferença. Em última análise, faltou-nos um pouco de ritmo demais para realmente poder atacar as posições de pontuação”.

1398318596
As atualizações da Aston Martin foram o assunto da cidade na semana passada

A melhor notícia é que Vettel confirmou que as atualizações da equipe – que levantaram suspeitas no paddock na sexta-feira, depois que o chefe da Red Bull, Christian Horner, chamou a atenção para a semelhança do carro aprimorado com o RB18 de sua própria equipe – os levou “em uma direção melhor para o futuro”, o que será fundamental, considerando que eles conseguiram apenas seis pontos nas seis primeiras corridas.

Quanto a Stroll, sua tarde terminou de forma decepcionante quando ele foi derrubado pelo AlphaTauri de Pierre Gasly, o francês sendo penalizado pelo incidente, pelo qual ele assumiu a responsabilidade.

“Foi uma corrida difícil, embora tenha terminado em grande parte pelo contato com Pierre quando o ultrapassei”, disse o canadense. “Tivemos que parar e verificar o carro, o que nos custou até 30 segundos”.

A corrida de Stroll foi marcada pelo contato com Gasly

Enquanto ele perdia para casa um P15 desanimador graças a esse momento, como seu companheiro de equipe, ele pôde sentir uma melhora no carro que ele disse que já estava melhor do que na qualificação.

“Precisamos ir embora e revisar todo o fim de semana, ver o que aprendemos e depois aplicá-lo em Mônaco. Estou muito animado para a próxima corrida – é um Grande Prêmio tão especial e mal posso esperar para começar”.

Fonte: Fórmula 1


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »