News

Governo realiza o 1º torneio Acre pela Vida celebrando as influências das escolas de futebol na cidadania

Compartilhar

Muita animação, dribles e gols. O primeiro torneio do Acre pela Vida pode ser traduzido na convicção de que uma sociedade organizada juntamente às políticas públicas do Estado pode gerar consequências positivas, de maneira determinante para frear intervenções criminosas. O governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), realizou o evento no estádio Arena da Floresta, na via Chico Mendes, neste sábado, 28.

As escolas de futebol em Rio Branco tem possibilitado a promoção da cidadania e a garantia de mais diversão para crianças, adolescentes e jovens que podem ter uma chance de construir novos rumos. Essas ações são aliadas da educação, pois colaboram direta e indiretamente para a redução da evasão escolar.

Antes do futebol começar, o titular da Sejusp, Paulo Cesár Rocha, destacou: “O programa Acre pela Vida é fruto do governo Gladson Cameli, organizado pelo sistema integrado de segurança pública, mas tem o apoio de diversas mãos, sendo elas as instituições públicas como Ministério Público [MPAC], Poder Judiciário e demais entidades particulares”, finalizou.

O gestor da Segurança comenta ainda que a ação social tem por finalidade o desenvolvimento de atividades de prevenção primária e, dessa maneira, esse torneio de futebol, por meio das práticas, mantém um contraturno escolar com trabalhos culturais na região da Cidade do Povo, que foi o bairro abraçado pelo sistema a fim de implementar o projeto, onde tem surtido um efeito notável.

“Esse torneio tem buscado interatividade entre as escolinhas, e uni-las por meio do programa Acre pela Vida. Estamos satisfeitos pelo resultado, essa ação tem diminuído o índice de violência nos bairros, abrangendo mais que a Cidade do Povo, destacou o treinador José Maria Carneiro.

Ação tem diminuído o índice de violência nos bairros, abrangendo mais que a Cidade do Povo. Foto: Dhárcules Pinheiro/Secom

Conhecido como neném, o professor ainda destacou que o jovem está animado para participar dos eventos. Assim, é satisfatório ver a alegria de todos, e o desejo de se envolver na causa, a escola, os pais e a segurança pública, todos com um único proposito, que é promover o resgate e afastar adolescentes e jovens da criminalidade.

O Acre pela Vida tem cumprido um papel relevante no Estado, pois é por meio do entretenimento, lazer e cultura que são geradas consequências positivas no futuro. Depois que o programa foi implementado, houve uma redução nos números de homicídios em várias regiões da capital. Tal dado foi registado no Monitor da Violência, índice nacional, que tem como base 26 estados, mais o Distrito Federal.

A secretária adjunta, Márdhia El-Shawwa, destacou que hoje foi a celebração de 1 ano do projeto Acre pela Vida, do bairro, Cidade do Povo. Neste primeiro torneio houve a participação de 15 times.

“Esse programa atua em conjuntos de ações inovadoras no campo da segurança pública, com foco na intervenção direta em fatores sociais relacionados a violência e a criminalidade”, disse a coordenadora do projeto, Márdhia El-Shawwa.

Autoridades no 1º torneio do Acre pela Vida. Foto: Dhárcules Pinheiro/ Secom

“É um momento especial estar no primeiro torneio do Acre pela Vida, e neste mandato tenho buscado apoiar o esporte. O município vem sendo estruturado com muitas quadras e, como autor da emenda que construiu a quadra da Cidade do Povo, hoje anuncio uma emenda de R$ 350 mil para aquisição de equipamentos e uniformes para os jogos de futebol da comunidade”, destacou o deputado federal.

O esporte é uma parcela do futuro dos jovens e do Acre já saíram muitos jogadores de sucesso, como é o caso do goleiro Weverton Pereira da Silva.

São 30 anos desenvolvendo um trabalho de utilidade pública. Foto: Dhárcules Pinheiro/Secom

Para além dos jogos de 90 minutos, o treinador Paulo Cunha, conhecido como Paulão evidenciou o poder social do esporte e, como treinador no Acre, são 30 anos desenvolvendo um trabalho de utilidade pública, com o objetivo de atender o adolescente e os jovens, a fim de encaminhá-los para uma direção que possa levá-los a brilhar.

Mãe de Lohan Gabriel. Foto: Dhárcules Pinheiro/Secom

Flaviane Barreto foi uma das mães que estava no jogo de futebol para prestigiar o filho, e contou: “Hoje é um dia de felicidade, o sonho de Lohan Gabriel era jogar no estádio Arena da Floresta, e ele se dedicou aos treinos ofertados pela escolinha”.

“Estamos aqui prestigiando essa ação da Sejusp em parceria com a Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esportes [SEE]. Aqui tem um público expressivo da Cidade do Povo, e isso mostra que as instituições estão empenhadas para ver um desenvolvimento físico, emocional e social dessas crianças, que gostam de estar aqui, nesse palco que é um espetáculo”, conclui o representante da secretaria no núcleo de esporte comunitário, Marcelo Fontenele.

Instituições estão empenhadas para ver um desenvolvimento físico, emocional e social dessas crianças. Foto: Dhárcules Pinheiro/ Secom

“A saúde jamais poderia deixar de apoiar esta ação, e o Acre tem sido destaque na diminuição de mortes violentas, de maneira que, com os órgãos integrados, proporcionam uma melhora na qualidade de vida da população, que mostra o Estado próximo das pessoas”, ressaltou a secretaria adjunta na Saúde, Muana Araújo.

Integração entre os gestores das instituições. Foto: Dhárcules Pinheiro/Secom

A especialista em processos educacionais na Saúde ainda frisou que neste mês a Secretaria de Saúde do Acre irá realizar atendimentos na Cidade do Povo.

Fonte: Agência Acre


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »