Esportes

Drugovich: Nos surpreendemos com ritmo vencedor

Compartilhar

Foi definitivamente um conto de duas corridas para Felipe Drugovich em Monte Carlo. O líder do Campeonato passou por um sábado miserável após o contato no início da Sprint Race, mas se recuperou de forma brilhante para prevalecer no evento Feature.

Colocamos o piloto da MP Motorsport no comando da quinta coluna de convidados da temporada 2022 da Fórmula 2, deixando-o percorrer seus bons e maus momentos, planos de festas e nos fornecendo algumas dicas sobre o que vem a seguir em Baku.

UM PONTO BOM – RITMO FORTE

A velocidade em quali, o verdadeiro ritmo do carro. Não esperávamos ter um desempenho tão bom em Mônaco e foi uma grande surpresa para nós. Tentámos melhorar e melhorar, mas não sabíamos antes do fim-de-semana se íamos ser rápidos ou não, por isso foi muito positivo ver. Isso é bom.

UM PONTO RUIM – INÍCIO DA CORRIDA SPRINT

O início da corrida um. Eu tive que evitar Jake Hughes, ele parou na largada e por isso tive que recuar um pouco. Acho que foi (Roy) Nissany veio por trás e bateu na traseira do meu carro e tivemos um furo. Depois disso não foi uma corrida ideal. Também nos comprometeu um pouco para a corrida de domingo.

As coisas não correram conforme o planejado na Sprint Race for Drugovich
As coisas não correram conforme o planejado na Sprint Race para Drugovich
O QUE APRENDI – EXPERIÊNCIA NO MÔNACO

Experiência em geral, com a pista em especial. Olhando para a Feature Race, o nível de concentração que os dois primeiros precisavam ter – um olhando nos espelhos o tempo todo e o outro cara apenas se esforçando como um louco para estar lá o tempo todo e empurrar o outro cara para a frente. Foi bem mental, mas bem legal.

OS FÃS PODEM TER PERDIDO – O DEPOIS DA FESTA

Sair depois da corrida de domingo para comemorar em um clube. Conseguimos encontrar quase todos os pilotos de corrida lá na pista, foi muito engraçado. foi uma boa noite.

O brasileiro resistiu à pressão interminável de Théo Pourchaire pela vitória da Feature Race
O brasileiro resistiu à pressão interminável de Théo Pourchaire pela vitória da Feature Race
PRÓXIMO – BAKU

Baku é um circuito muito desafiador – provavelmente um dos circuitos mais desafiadores apenas por causa dos pontos de frenagem. Você precisa frear tarde o tempo todo. Frear em um circuito de rua é bastante acidentado, esse é um dos pontos principais em que todos estarão muito focados – desempenho de frenagem. Além disso, a reta massivamente longa que também é muito legal. Vai ser um bom fim de semana. Gosto da pista, fui bem no ano passado, acho que terminei em P4 na Feature Race, então espero que este ano possamos continuar assim.

Fonte: Fórmula 2


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »