Esportes

De Vries ‘digno de um lugar no grid’, diz Williams após TL1 em Barcelona

Compartilhar

Dave Robson, da Williams, foi cheio de elogios para o reserva da Mercedes, Nyck De Vries, após sua partida no TL1 pela equipe em Barcelona, ​​​​com o chefe de desempenho de veículos insistindo que o ex-vencedor da Fórmula 2 tem as habilidades para ser um “piloto de competição de alta qualidade”. plus

De Vries – que venceu o campeonato de Fórmula E em 2021 – está na Mercedes desde 2020 e teve a oportunidade de pilotar pela Williams no lugar de Alex Albon no primeiro treino livre no Grande Prêmio da Espanha. Robson ficou impressionado com a atuação do holandês.

“O ritmo dele estava lá. Sua capacidade de entender o pneu e fazer a volta correta foi realmente impressionante”, disse Robson. “E depois disso, seu feedback pós-sessão foi extremamente bom. Ele fez alguns comentários muito úteis sobre o equilíbrio do carro, que concorda muito bem com o que ouvimos dos dois pilotos”.

“Então, acho que a esse respeito, considerando que ele só fica uma hora no carro, acho que ele fez um bom trabalho e claramente tem o que precisa para ser um piloto de competição de qualidade absoluta. Sim, ele é digno de um lugar no grid, eu acho, mas muitas pessoas são. Acho que ele aproveitou bem a oportunidade, ontem, e acho que ele deveria estar, você deveria estar satisfeito e orgulhoso do que ele fez”.

Robson ficou impressionado com o desempenho de De Vries em apenas uma hora de corrida em Barcelona

De Vries completou 28 voltas no Circuito de Barcelona-Catalunha durante sua hora no FW44, terminando em 18º mais rápido e um décimo de segundo acima do piloto da Williams, Nicholas Latifi.

O que tornou seu desempenho ainda mais impressionante foi que ele não teve muito tempo no simulador antes de entrar no carro para executar o programa de engenharia de Albon, e Robson diz que De Vries lidou bem com uma tarefa que é “um grande pedido para qualquer um”.

“Acho que tudo o que ele fez… foi muito bom. Ele não errou um pé”, disse Robson. “Ele completou o programa de engenharia que precisávamos que ele fizesse, o que para nós foi o mais importante. Mas, você sabe, ele não só não teve muito tempo no simulador, como também lhe demos o pneu principal para o seu primeira corrida ontem, que sabíamos que seria um pouco difícil”.

“Mas pelo menos deu a ele a oportunidade de fazer um bom número de voltas. E então ir direto disso até o composto de qualificação é um grande pedido para qualquer um e, na verdade, você pode ver no tempo da volta que ele fez um trabalho muito bom”.

Fonte: Fórmula 1


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »