Esportes

20 anos do Penta: contra a China, canhota de Roberto Carlos abriu goleada da Seleção Brasileira

Compartilhar

Na segunda partida da Copa do Mundo FIFA Coreia do Sul e Japão 2002, Seleção Brasileira venceu por 4 a 0. Além do lateral, Rivaldo, Ronaldo e Ronaldinho também marcaram.

Após a virada na estreia da Copa do Mundo FIFA Coreia do Sul e Japão 2002, a Seleção Brasileira precisava de uma grande partida. E assim aconteceu. Logo no segundo confronto, desta vez contra a China, o Brasil venceu por 4 a 0 com uma atuação dominante. Os gols da partida foram marcados por Roberto Carlos, Ronaldinho, Ronaldo e Rivaldo, na primeira grande exibição da Seleção no Mundial.

Relembre como foi o jogo, acompanhado por milhões de brasileiros na manhã do dia 8 de junho de 2002!

O jogo

Primeiro tempo dominante

Na intermediária, Ronaldinho Gaúcho sofreu falta ao tentar passar pela marcação. Posicionados para a cobrança, além do camisa 11 e de Rivaldo, Roberto Carlos se preparava para a finalização. Buscando seu primeiro gol em edições da Copa do Mundo, o camisa 6 correu em direção a bola, soltou o pé e correu para o abraço. Um canhão de canhota no canto superior esquerdo da baliza defendida por Jin Jiang. Aos 15 minutos, o Brasil chegava ao primeiro gol.

Era o resultado de uma forte pressão inicial, que não arrefeceu após o placar ser aberto. O Brasil seguiu em cima e teve oportunidade de ampliar com Cafu, mas o chute do lateral parou no goleiro chinês. Aos 31, Ronaldinho achou cruzamento para Rivaldo, posicionado na entrada da pequena área. O camisa 10 teve apenas o trabalho de empurrar de perna esquerda para o fundo da rede e comemorar seu segundo gol na competição.

No fim do primeiro tempo, o ímpeto brasileiro foi coroada mais uma vez. Aos 41, Ronaldo tabelou com Ronaldinho, invadiu a área, driblou a marcação e, na hora de concluir para o gol, foi puxado pela camisa. Em cima do lance, o árbitro rapidamente assinalou o pênalti. Na cobrança, com todo o seu gingado, Gaúcho colocou a bola de um lado e o goleiro do outro. 

Segunda etapa criativa, mas pouco eficiente

Na volta do intervalo, a Canarinho seguiu atacando. Aos 10 minutos, o indicador da mão direita balançou pela segunda vez em dois jogos na Copa do Mundo. Cafu cruzou rasteiro para Ronaldo, que completou para o gol. 

Após a quarta bola na rede, o Brasil continuava em cima. Cafu passou pelo goleiro, mas a marcação chinesa teve grande recuperação e desarmou o lateral. Rivaldo tabelou com Ronaldo, que limpou a marcação e finalizou, mas Jiang fez grande defesa. No rebote, o camisa 9 finalizou em cima do goleiro e a bola saiu pela linha de fundo. Nos últimos minutos, o lateral-direito saiu sozinho com o arqueiro adversário, mas o atleta chinês levou a melhor e desarmou o camisa 2.

Com a goleada, o Brasil chegava a sua segunda vitória em dois jogos na competição, liderando o Grupo D com seis pontos. O último adversário da Seleção na fase de grupos foi a Costa Rica.

Ficha técnica

Data: 08/06/2002
Horário: 7h30 (Brasília); 20h30 (local) 
Estádio: Jeju Stadium
Público: 36.750
Cidade: Jeju-Do (Coreia do Sul)
Árbitro: Anders Frisk (Suécia)

GOLS

Brasil: Roberto Carlos (15 minutos do 1º tempo), Rivaldo (32 minutos do 1º tempo), Ronaldinho Gaúcho (pênalti aos 45 minutos do 1º tempo), Ronaldo (10 minutos do 2º tempo)

CARTÕES AMARELOS:

Brasil: Ronaldinho Gaúcho (25 minutos do 1º tempo), Roque Júnior (24 minutos do 2º tempo)

ESCALAÇÕES

Brasil: Marcos; Cafu (C), Lúcio, Roque Júnior, Anderson Polga e Roberto Carlos; Gilberto Silva, Juninho Paulista (Ricardinho), Rivaldo, Ronaldinho Gaúcho (Denílson) e Ronaldo (Edílson)
Técnico: Luiz Felipe Scolari

China: Jin Jiang; Li Weifeng, Xu Yunlong, Chenying Wu e Du Wei; Li Tie, Li Xiaopeng, Ma Mingyu (Pu Yang) e Zhao Junzhe; Hong Qi (Jiayi Shao) e Hao Haidong (Bo Qu)
Técnico: Bora Milutinovic

Fonte: CBF


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »