Esportes

Leclerc quer finalmente capitalizar da pole no Azerbaijão

Compartilhar

Charles Leclerc não ganhou nenhuma das últimas quatro corridas, mas conquistou a pole nas últimas quatro sessões de qualificação – graças a mais uma exibição impressionante de sábado no Azerbaijão. E desta vez, ele quer fazer valer a pena.

Leclerc entra no Azerbaijão com uma desvantagem de nove pontos para Max Verstappen, tendo terminado em segundo em Miami, abandonando na liderança na Espanha e terminando em quarto em casa em Mônaco. No sábado, ele conquistou a pole por 0,282s sobre Sergio Perez, e o piloto monegasco não pôde deixar de olhar para as últimas quatro corridas enquanto afirmava seus objetivos para domingo.

“Bem, eu só quero terminar o trabalho. Nos últimos dois finais de semana eu já falei isso no sábado, e não aconteceu no domingo. Precisamos fazer isso – bem, não precisamos fazê-lo funcionar – mas seria muito bom se fizéssemos funcionar amanhã. Vamos ver como corre nas primeiras voltas e depois tentarei manter a liderança”.

“Se é forte o suficiente em comparação com a Red Bull, isso veremos amanhã. Penso que desde que temos o novo pacote, tentámos coisas diferentes e, pelo que me sinto, sente-se melhor na corrida, mas ainda temos de o confirmar amanhã, pelo que amanhã teremos uma resposta para isso. O sentimento está lá e é bom, então estou otimista para amanhã”.

O vencedor da qualificação disse que teve algumas dificuldades com as barreiras no caminho para sua 15ª pole da carreira e a sexta da temporada.

“Não parecia que eu deixei muito sobre a mesa. Curva 2 eu estava perdendo o tempo todo e na minha última volta eu apenas soltei os freios e rezei para que estivesse tudo bem, e foi bem por pouco, e na última curva foi mais complicado, mas sinto que foi mais vento -relacionado. No geral, fiquei muito feliz com a minha volta”.

“Mônaco também foi bastante satisfatório, mas sim, nas pistas de rua sempre parece muito, muito especial ultrapassar os limites com as paredes. Você pode sentir que está no limite e sabe que qualquer erro que esteja cometendo naquele momento são apenas as paredes. A adrenalina está alta e é ótimo estar na pole”.

1402323996
Sainz perdeu uma chance em sua primeira pole e caiu para quarto após um erro no final do Q3

O companheiro de equipe Carlos Sainz manteve a pole provisória antes das últimas voltas do Q3, o espanhol caindo para quarto ao cometer um erro ao sair da curva 3. Ele disse que “ultrapassou” os limites em seus esforços para consolidar a pole position – mas acrescentou que qualquer coisa pode acontecer na corrida de amanhã.

“Sim, é uma pena, mas ao mesmo tempo você sabe que fizemos algum progresso ao longo do dia e eu estava me sentindo na disputa pela pole – [considerando] que depois das últimas duas corridas, especialmente antes de Mônaco, eu não fui…”.

“É o que acontece quando você vai ao limite; às vezes você pega o P1 como eu peguei no primeiro round do Q3 e às vezes você o ultrapassa, o que claramente, eu ultrapassei no Q3. Ainda assim, tudo para jogar para amanhã. A posição inicial aqui não importa muito, então vamos empurrar”.

“[Em termos de ritmo de corrida] Acho que foi pescoço a pescoço com a Red Bull. É difícil prever agora – corridas longas na sexta-feira nunca são longas o suficiente para nos dizer isso, mas com uma boa largada, estratégia inteligente e pilotagem, acho que ainda podemos estar no pódio ou vencer amanhã”.

Fonte: Fórmula 1


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »