Esportes

Red Bull e Ferrari “em uma liga completamente diferente”, diz Hamilton

Compartilhar

Lewis Hamilton nunca havia se qualificado abaixo do segundo lugar para o Grande Prêmio do Azerbaijão – mas depois de terminar em sétimo no grid no sábado, o heptacampeão não pôde deixar de olhar ansiosamente para a ordem.

Hamilton se classificou como P7 para o P5 do companheiro de equipe George Russell, enquanto Charles Leclerc, da Ferrari, conquistou a pole position, com nenhuma outra equipe além da Red Bull capaz de chegar a um segundo do piloto monegasco. Como resultado, o britânico fez uma avaliação rigorosa da posição de sua equipe em Baku.

“Nós nem estamos competindo com aqueles caras na frente, eles estão em uma liga completamente diferente,” disse Hamilton. “Então, parece que esses caras estão milhas à frente, e então há esse pacote em que estamos. Eu não acho que [hoje foi] limitação de danos. Eu acho que você poderia dizer que George é pole e eu sou o terceiro e essa é a corrida real”.

1402324064
Russell terminou em quinto ou melhor em todas as corridas de 2022 até agora

Quanto a Russell, o piloto de 24 anos pode muito bem continuar sua sequência de finalizações entre os cinco primeiros de 2022 no domingo, e chamou seu desempenho de qualificação um consolo em um dia difícil para o Silver Arrows.

“Eles não são animais fáceis de controlar. Estamos fazendo todo o possível para obter mais informações e dar alguns passos à frente, mas parece um pouco mais difícil no momento do que gostaríamos. Mas estamos trabalhando o máximo que podemos para superar isso e encontrar mais desempenho”.

“Então, falando de hoje, P5, isso é o máximo, então é um lado positivo”.

Quanto ao chefe da equipe Mercedes, Toto Wolff, o austríaco admitiu que analisar os dados após a classificação foi uma leitura dolorosa.

“Acho que a posição era esperar o terceiro mais rápido na estrada”, disse Wolff, cujos dois pilotos foram divididos pelo AlphaTauri de Pierre Gasly. “Então, em termos de posição [é o esperado], mas a diferença é grande. A diferença é grande, é um longo tempo de volta e estamos perdendo praticamente em todos os lugares, então eu gostaria de não precisar mais olhar para esse tipo de sobreposição de dados no futuro”.

Fonte: Fórmula 1


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »