NegóciosVariedades

Modelo fashion e comercial: diferenças determinam mercado de trabalho

Enquanto um trabalha mais no universo da moda em desfiles, o outro brilha em campanhas publicitárias e ensaios fotográficos para marcas e serviços

Compartilhar

Ser modelo é o sonho de muitas pessoas, afinal, trabalhar estampando capas de revistas ou desfilando para marcas renomadas pode ser bastante animador. Mas para brilhar nessa área, é preciso, antes de mais nada, conhecer um pouco mais sobre o mercado e principalmente, as carreiras que ele possui. 

Além das clássicas passarelas, um modelo pode também trabalhar com publicidade, editoriais fotográficos, campanhas e até mesmo em eventos. Para cada um desses trabalhos, é exigido um perfil específico de profissional, por esse motivo, existem os modelos fashion e os modelos comerciais. 

O conhecimento sobre essas duas áreas é essencial antes mesmo de buscar uma agência de modelos, pois isso vai impactar diretamente nos trabalhos a serem efetuados e também quais conhecimentos a pessoa precisará obter para ter sucesso na carreira como modelo profissional. 

Modelo fashion: das passarelas aos editoriais de moda

Quando se pensa em um modelo, a imagem que vem em mente é de profissionais altos e magros que atuam na área fashion. Essa ideia vem do fato de que, durante muito tempo, a carreira exigiu dos modelos certa padronização das medidas do corpo.

Para as mulheres, eram considerados os números do busto, cintura, quadril e altura e, para os homens, o tórax e a altura. Além das medidas, a proporção do corpo também costumava ser analisada. 

São esses profissionais que atuam na área da moda de um modo mais tradicional, ou seja, em desfiles de moda, editoriais e campanhas de marcas voltadas para o universo fashion

Gisele Bündchen, Adriana Lima, Alessandra Ambrósio e Isabelli Fontana são modelos brasileiras que começaram na área fashion e, atualmente, grandes nomes da indústria nacional e internacional. Na maioria dos casos, os profissionais iniciam a carreira na adolescência ou no começo da fase adulta, quando são geralmente descobertos por olheiros e agências de modelos. 

Para quem deseja seguir carreira nessa área, pode ser interessante investir em cursos de passarela, modelo fotográfico, história da moda, entre outros. Segundo levantamento do portal Salario.com.br, que usou dados oficiais do Novo Caged, eSocial e Empregador Web, um modelo fashion pode ganhar, em média, R$ 1.776,99 para uma jornada de trabalho de 44 horas semanais.

Cabe ressaltar que, atualmente, o mundo da moda vem quebrando padrões e, com isso, já é possível encontrar modelos com medidas maiores desfilando nas principais passarelas. Na edição da São Paulo Fashion Week de 2022, por exemplo, a profissional Letticia Munniz brilhou com o look da marca Bold Strap ao mostrar que na área fashion todos os corpos são possíveis.

Modelo comercial: campanhas publicitárias 

Uma das principais diferenças entre os modelos fashion e os comerciais era a exigência de medidas específicas para atuar nas áreas, embora essa norma esteja cada vez menos relevante. Os profissionais dessa área podem ser direcionados para uma ampla gama de trabalho, como campanhas publicitárias, fotografias de produtos e serviços e até mesmo atuar em veículos tradicionais como a televisão. 

Por esse motivo, há uma vasta oferta de trabalhos para quem atua nesse mercado, sem necessariamente exigir um padrão de corpo ou idade. As marcas podem investir em modelos plus size, sênior ou infantis, tudo irá depender da demanda do trabalho em questão. Muitos comerciais de televisão, por exemplo, são estrelados por esses profissionais. 

Por esse motivo, é bastante comum ver modelos fashion migrando a área comercial, pois nela é possível encontrar uma variedade maior de trabalhos. Para esses profissionais, os cursos de teatro, modelo fotográfico, improvisação e oratória podem ser bastante úteis.

Segundo o portal Salario.com.br, o profissional desse mercado tem salário médio de R$ 1.462,68 para uma jornada de 43 horas semanais.

Print Friendly, PDF & Email

Botão Voltar ao topo
Translate »