fbpx
Esportes

Alonso saiu feliz após a terceira corrida pontuando

Compartilhar

As coisas mudaram para Fernando Alonso, da Alpine. Após quatro derrotas consecutivas no início desta temporada, ele conseguiu três resultados consecutivos entre os 10 primeiros, mais recentemente no domingo com P7 no Azerbaijão.

O bicampeão trocou de pneus médios para duros na volta 18 e continuou até o final, correndo até o quinto lugar e subindo de 15º para sétimo pela bandeira quadriculada. Ele admitiu que recebeu um impulso pelos abandonos das Ferraris e do problema de confiabilidade tardia de Yuki Tsunoda na AlphaTauri, enquanto Alonso contou como ele derrotou as duas McLarens em Baku.

“Sim, feliz com P7. Obviamente nos beneficiamos dos DNFs à nossa frente, as Ferraris e Tsunoda. Mas sim, essas coisas acontecem aqui em Baku e conquistamos esses seis pontos, o que nos dá um bom gosto depois de sétimo em Mônaco, sétimo aqui novamente. Então vamos continuar”.

“E muita velocidade hoje na reta, o que também ajudou a manter os carros atrás, então sabíamos disso e acho que maximizamos nossos pontos fortes hoje. Vamos ver no Canadá se podemos encontrar um pouco mais de desempenho, porque com dois ou três décimos acho que podemos dar um grande passo à frente”.

Esteban Ocon chegou ao sétimo lugar, mas perdeu lugares quando seus pneus duros começaram a cair. Ele começou a corrida nos compostos duros e depois parou durante a volta 33 do Virtual Safety Car para terminar a corrida nos médios, conquistando o último ponto no P10.

“Eu acho que não foi o nosso fim de semana, eu diria. Não é o melhor ritmo da corrida, muito lento; estávamos olhando um pouco mais no espelho do que atacando na frente. Marcamos com os dois carros, isso é o positivo, claro, mas como eu disse, não foi a corrida mais fácil e estou ansioso para mudar as coisas no Canadá”.

O francês apontou o ritmo de corrida como a fraqueza de sua equipe antes do GP do Canadá no próximo fim de semana.

“Fomos rápidos ontem, pegamos a bandeira amarela para que pudéssemos ter nos classificado mais à frente, mas isso não aconteceu e de onde partimos, esperava recuperar na corrida e não foi o caso”.

“Estávamos lutando mais na corrida do que na qualificação e é aí que precisamos analisar e voltar melhor”.

Fonte: Fórmula 1


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
Translate »