Esportes

Alonso quer liderar a volta 1 no Canadá depois de largar na primeira fila em 10 anos

Compartilhar

Fernando Alonso mostrou a importância da experiência em condições difíceis e chuvosas na qualificação para o Grande Prêmio do Canadá de 2022, conquistando um impressionante P2 no grid para sua primeira largada na primeira fila desde o Grande Prêmio da Alemanha de 2012 – com o espanhol agora mirando um top- cinco finais e uma corrida de glória.

Na qualificação molhada no Circuito Gilles Villeneuve, Alonso – que liderou o Treino Livre 3 na sessão – esteve em forma sensacional, terminando em P2 no Q1 e Q2 antes de ficar lá para o Q3, pois acabou 0,645s atrás do pole-sitter Max Verstapen.

“É uma surpresa, com certeza”, disse Alonso, que também ficou entre os cinco primeiros na sexta-feira. “Ontem foi rápido, mas descobrimos que às vezes temos um carro muito rápido às sextas-feiras e não aos sábados, então não estávamos muito empolgados com o desempenho de ontem. Mas hoje, depois de estarmos no TL3, P1, estávamos tipo, ok, então se continuar chovendo para a classificação, pode ser um bom sábado e foi muito feliz por isso”.

Questionado se poderia igualar Red Bulls e Ferraris no domingo, enquanto isso, Alonso respondeu: “Eles estão em uma liga diferente, com certeza. Não estava em nossos sonhos mais loucos estar na pole position, então conquistamos a primeira linha com certeza, e isso talvez seja melhor do que qualquer expectativa”.

Largando à frente de seu compatriota Carlos Sainz na Ferrari, Alonso revelou seus objetivos para a corrida, dizendo: “O objetivo é liderar a corrida na volta 1. Curva 1, ataque máximo, e depois disso eles podem ir e lutar, mas seria bom, doce, liderar a corrida”.

“Não tenho certeza de quais são as possibilidades para amanhã, realisticamente”, acrescentou. “Eu diria que o top cinco é o que devemos lutar. Temos uma posição de largada muito boa, mas conhecemos nossas limitações e já vimos em muitas corridas que Ferrari ou Red Bull estão largando em último ou tendo um furo na volta 1 ou o que quer que seja, eles ainda terminam com uma boa margem à nossa frente. Então eu acho que os quatro primeiros lugares estão bloqueados. Então, o quinto lugar é como uma vitória para nós e provavelmente essa é a vaga que deveríamos almejar”.

Esteban Ocon colocou dois Alpines no top 10 na qualificação no Canadá – Mercedes e Haas as únicas outras duas equipes a colocar os dois carros no Q3. Mas Ocon foi um P7 frustrado no final da qualificação, dizendo: “Não, não muito satisfeito. Estou extremamente satisfeito pela equipe, encantado pelo Fernando”.

“É lindo vê-lo lá em cima, ele está pilotando de forma brilhante desde o início do fim de semana, isso valeu a pena na qualificação, então isso é fantástico. E isso significa que o desempenho está lá com o carro e estamos progredindo”.

“Do nosso lado, faltou-nos muito desempenho desde o início do fim-de-semana. Estávamos com o pé atrás ontem, entre seis décimos a um segundo ou mais, às vezes mais lentos, então sim, é o mesmo na qualificação. Eu me senti confortável na chuva, sabe, na chuva eu ​​estava lá em cima, mas assim que havia algum carregamento, ou um pouco mais de condução dura quando fica muito seco, o desempenho não estava lá”.

“É assim que é, vamos trabalhar duro para encontrar o problema, mas, enquanto isso, estamos começando em sétimo, então esperamos converter isso em bons pontos amanhã”.

Fonte: Fórmula 1


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »