Esportes

“Nada deu certo”, diz Norris enquanto a McLaren deixa o Canadá de mãos vazias

Compartilhar

A McLaren não teve o fim de semana mais fácil no Canadá, com nem Lando Norris nem o companheiro de equipe Daniel Ricciardo marcando pontos – encerrando uma sequência de três corridas para a equipe laranja.

Norris se classificou em um decepcionante 14º lugar depois de relatar um problema na unidade de potência durante a bandeira vermelha no segundo qualify. O britânico, que somou pontos nas últimas três corridas, não conseguiu manter sua corrida com o P15 no Canadá, perdendo tempo no primeiro pit stop double-stack e novamente com uma penalidade de velocidade de cinco segundos no pit lane. Crucialmente, Norris não conseguiu compensar o tempo nos períodos virtuais ou regulares do Safety Car.

“Tivemos algumas vezes com os Safety Cars e outras coisas e basicamente nada aconteceu hoje ou ontem ou o que quer que seja – então vamos para o próximo”, disse Norris, desanimado.

“Não tínhamos o pacote, o carro, a velocidade em reta. É sempre difícil a partir do 14º lugar, lutando com alguns carros [que] honestamente, não deveríamos competir, mas ao mesmo tempo temos que aproveitar ao máximo e um dos maiores fatores foi que simplesmente não conseguimos ultrapassagem, simples assim e, portanto, estou apenas atrás de carros mais lentos e você não pode fazer nada a partir de então”.

“Dia difícil, não muito para sorrir, mas muito trabalho a fazer”.

O companheiro de equipe Ricciardo não se saiu muito melhor, o australiano se classificou em nono em condições difíceis no sábado, mas terminou em 11º depois que ele também não conseguiu aproveitar os períodos de advertência.

“Não fomos realmente mais rápidos [do que nossos rivais] hoje. Estávamos apenas lutando pelo ritmo e tivemos que gerenciar alguns problemas também. Não ser capaz de empurrar e atacar nos colocou fora da batalha por pontos”, disse ele.

“Simplesmente, não uma corrida em ritmo acelerado para nós. Coisas de temperatura, apenas gerenciando isso. Empurrando 100%, provavelmente poderíamos ficar no top 10, mas uma vez que começamos a gerenciar temperaturas e coisas assim, isso nos colocou fora da luta”.

“Eu adoraria ter feito uma corrida melhor, mas simplesmente não fomos rápidos o suficiente”.

Apesar de não ter conseguido pontuar no Canadá, a McLaren segue para sua corrida em casa em quarto lugar na classificação, oito pontos à frente da rival Alpine.

Fonte: Fórmula 1


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »