fbpx
News

CAPES investirá mais de R$20 milhões em Programa para refugiados

Compartilhar

Serão concedidas até 100 bolsas. As inscrições começaram na sexta-feira (24/06), e se encerram em 25 de agosto.

Teve início na sexta-feira (24/06), o prazo para inscrições no Programa de Desenvolvimento da Pós-Graduação (PDPG) Emergencial de Solidariedade Acadêmica. A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) investirá R$21,26 milhões — R$19,26 milhões em bolsas e R$2 milhões em recursos para custeio — na ação. O objetivo é acolher professores e pesquisadores refugiados, com comprovada produtividade acadêmica, para que possam atuar no Sistema Nacional de Pós-Graduação (SNPG).

Pelo Programa, serão concedidas até 100 bolsas: 50 de professor visitante e 50 de pós-doutorado. Os acadêmicos refugiados contribuirão para o desenvolvimento da pós-graduação brasileira. Além disso, serão estimuladas a colaboração e publicações conjuntas de pesquisadores do País e do exterior.

Caberá aos pró-reitores de instituições de ensino superior propor os projetos e apresentar contrapartidas. Será obrigatório providenciar o aprendizado de língua portuguesa e duas das seguintes opções: moradia estudantil, alimentação, bolsa ou benefício de cunho social e auxílio financeiro para descendentes com menos de 18 anos ou ascendentes acima de 60.

Confira o edital.

Fonte: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) 


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
Translate »