Mundo

Preliminar da inflação na França bate recorde de 6,5% em junho

Compartilhar

Bancos centrais de todo o mundo dizem que redução pode ser “dolorosa”.

A inflação na França acelerou em junho em relação ao mês anterior e chegou a um recorde de 6,5% na base anual, de acordo com números preliminares oficiais divulgado nesta quinta-feira (30), ampliando os obstáculos para a segunda maior economia da zona do euro.

A agência de estatísticas INSEE disse que os preços subiram 0,8% em junho relação a maio, e que a inflação preliminar em 12 meses até junho ficou em 6,5%. Analistas consultados pela Reuters projetavam taxa de 6,3% na base anual.

A INSEE disse que os preços de alimentos e energia subiram acentuadamente devido aos problemas causados pela invasão russa da Ucrânia.

O governo do presidente Emmanuel Macron está sob pressão devido ao aumento do custo de vida, enquanto o Banco Central Europeu (BCE) sinalizou que aumentará os juros em julho e setembro para tentar enfrentar o aumento da inflação.

Os chefes dos principais bancos centrais do mundo disseram esta semana que reduzir a inflação alta em todo o mundo será doloroso e pode até mesmo travar o crescimento econômico, mas que, mesmo assim, isso tem que ser feito rapidamente.

Fonte: Agência Brasil


Seu apoio é importante, tornando-se um assinante você está contribuindo para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio! Duna Press Jornal e Magazine, mídia livre e independente trabalhando a informação com ética e respeito ao leitor. Notícias, oportunidades e negócios, seu portal nórdico em português.

Assinatura Anual

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »