Educação

Quais são as profissões que mais empregam poliglotas?

Esses profissionais encontram oportunidades em carreiras ligadas a Relações Internacionais, Comércio Exterior, Turismo e Letras, por exemplo

Compartilhar

A habilidade de se comunicar em diferentes línguas é fundamental para algumas profissões. Ser poliglota ajuda a encontrar oportunidades em carreiras ligadas a Relações Internacionais, Comércio Exterior, Turismo e Letras, por exemplo. Com a ajuda de um curso de idiomas, é possível identificar a aptidão para determinadas línguas e desenvolver as habilidades necessárias para o mercado. 

Poliglota é o nome que se dá a pessoas que falam vários idiomas. O seu significado tem origem na junção de duas palavras gregas: polý, que quer dizer “numeroso”, e glossai (ou glottai), que significa  “línguas”. Ou seja, para ser um poliglota, é preciso saber mais de duas línguas, além do idioma nativo. 

Com a globalização, as relações de trabalho passaram por transformações e as barreiras geográficas, muitas vezes, têm sido vencidas. Dessa forma, o conhecimento de mais de um idioma pode ser decisivo no momento de conseguir uma contratação em nichos específicos ou fora do país. 

O inglês, por exemplo, tido como a língua mais influente do mundo, é considerado importante para 95% dos empregadores de países não nativos do idioma, segundo pesquisa feita pela Cambridge English Language Assessment. A partir dessa informação, é possível compreender melhor a relevância que a língua tem para os profissionais que buscam vagas em companhias estrangeiras, além das nacionais. 

Relações Internacionais

A área de Relações Internacionais lida diretamente com o comércio exterior e com ações conjuntas de diferentes países, por isso o domínio de diversas línguas facilita os estudos e o dia a dia do profissional que ingressar nesse mercado de trabalho. Quem atua na importação, na exportação ou em consulados e embaixadas, por exemplo, precisa ter outras línguas como habilidades básicas. 

É importante, também, estar familiarizado com temas de geopolítica, economia internacional e comunicação, além da habilidade com idiomas. 

Comércio Exterior

O profissional que possui habilidades linguísticas e culturais que auxiliem a comunicação e a conexão com pessoas de outras nações pode se destacar na área de Comércio Exterior. 

Como toda negociação feita por empresas que comercializam bens ou serviços para além das fronteiras nacionais, a comunicação em outros idiomas é fundamental para o negócio, seja com parceiros, fornecedores ou clientes. 

Turismo

O profissional de Turismo deve saber diversas informações sobre diferentes nações, incluindo outros idiomas além do seu. É importante, ainda, ter noções dos diferentes hábitos e das diversas culturas. 

Como a pessoa que escolhe essa carreira pode estabelecer contato direto com cidadãos do mundo inteiro, é essencial que ela seja capaz de se comunicar de maneira eficaz. 

Letras

Quem opta pela carreira na área de Letras se aprofunda no conhecimento sobre o funcionamento da língua. O profissional conta com uma série de possibilidades de atuação e algumas delas podem ser interessantes para poliglotas. 

Caso a pessoa opte por seguir a carreira na licenciatura, um exemplo de atuação para quem fala outras línguas é a de professor de idiomas. Outra possibilidade que explora constantemente a habilidade de se comunicar em diversas línguas é a profissão de tradutor. 

Idiomas mais falados do mundo

De acordo com dados da Ethnologue, divulgados pela Universidade Metodista de São Paulo (Umesp) em 2020, o inglês é a língua universal atualmente. Em primeiro lugar na lista dos idiomas mais falados do mundo, conta com 1,268 bilhão de falantes, sendo 379 milhões de nativos e 753 milhões não nativos. 

Esse é, portanto, o idioma padrão para negócios internacionais, turismo, assuntos relacionados à tecnologia, entre outros. Segundo levantamento do Internet World Stats (2019), uma pessoa que fala inglês e espanhol – segunda língua mais falada no mundo em termos de falantes nativos, terceira mais utilizada na internet e segunda mais estudada –, é capaz de entender um em cada três indivíduos que se conectam à internet. 

O segundo idioma mais falado do mundo é o mandarim, com 1,120 bilhão de falantes, se somados falantes nativos e não nativos. Todavia, é o primeiro se for considerado apenas o número de falantes nativos, 918 milhões. Os falantes de mandarim não nativos representam 199 milhões de indivíduos. 

O terceiro lugar da lista é o hindi, idioma com 637 milhões de falantes, sendo 341 milhões nativos e 274 milhões não nativos. Assim como o inglês, o hindi é uma das 22 línguas oficiais da Índia, segundo país mais populoso do mundo. 

Segundo a Ethnologue, a alta taxa de não nativos que usam o hindi como língua franca pode ser explicada pela diversidade linguística da região – são mais de 1.600 idiomas coexistentes. Alguns verbetes do inglês são, inclusive, de origem hindi, como karma, guru, bungalow, jungle e yoga, por exemplo. 

A lista é seguida pelo Espanhol, ocupando o quarto lugar, e pelo Francês, no quinto.

Concurso Público de diplomata e outros concursos do Ministério das Relações Exteriores (Instituto Rio Branco)

O dever principal de um diplomata é representar o seu país frente a outros países, e isso implica lidar com vários assuntos diferentes como: política, economia, educação e cultura, que exercem um papel ímpar em relação ao desenvolvimento do seu país, além de também estabelecer relações bilaterais e multilaterais.

O aprovado no Concurso de Admissão do Instituto Rio Branco entrará para a carreira diplomática como Terceiro-Secretário. Todos os diplomatas são servidores públicos.

Ao longo da sua carreira, pode haver evoluções através de cursos, e os diplomatas assumem os seguintes cargos, distribuídos por ordem hierárquica:

  1. Segundo Secretário;
  2. Primeiro Secretário;
  3. Conselheiro;
  4. Ministro de Segunda Classe;
  5. Ministro de Primeira Classe;

Se você pretende passar para um concurso concorrido como esse é essencial usar ferramentas apropriadas que te dêem um bom desempenho nos estudos e te deixe à frente dos seus concorrentes. Um ótimo exemplo seria um aplicativo gerenciador de estudo. O gerenciamento do estudo é bem difícil de ser feito corretamente sem a ajuda da ferramenta apropriada.

Um bom gerenciador de estudo fará o seu plano de estudos personalizado de acordo com suas demandas e objetivos, além de ser muito importante para gerir revisões de estudo automaticamente.

Print Friendly, PDF & Email

Botão Voltar ao topo
Translate »