fbpx
Esportes

Borja passou por exames médicos e vai assinar contrato com o River Plate

Compartilhar

O atacante de 29 anos chegou ao River após um acordo com Junior e Palmeiras para ficar por 3 anos, reforçar o ataque do “milionário” e se firmar como um possível substituto para o recém-saído Julián Álvarez. O acordo deverá ser concluído esta tarde nos escritórios da “Monumental”.

O atacante colombiano Miguel Borja fez um check-up médico na manhã desta segunda-feira e assinará o contrato que o vincula por três anos com o River Plate à tarde, quando sua incorporação à equipe de Marcelo Gallardo estiver finalizada , no dia de fechamento do livro de passes para o futebol local.

Borja, de 29 anos, chega ao River após o acordo para pagar 3,5 milhões de dólares a Junior de Barranquilla, outros 2 milhões para quitar uma dívida que o clube colombiano tinha com o Palmeiras de Brasil, e mais um milhão para a entidade brasileira.

O atacante chegou na madrugada desta segunda-feira e foi ao Centro Rossi, no bairro de Belgrano, em Buenos Aires, enquanto seus parentes estavam na sede do estádio Monumental para definir os detalhes doContrato de 3 anos que deve ser apresentado na AFA.

As negociações pararam várias vezes desde que começaram há um mês, e mesmo após a eliminação do River da Libertadores (semana passada pelas mãos do Vélez) estava prestes a cair, e é por isso que na sexta-feira passada houve tentativas do River de negociar com o Argentinos Juniors por Gabriel Ávalos.

O atacante colombiano, cujo passe pertenceu a Junior e Palmeiras em partes iguais , vai reforçar o ataque “milionário” que sofreu a derrota de Julián Álvarez, que foi para o Manchester City, da Inglaterra.

Borja já fez uma visita à Argentina em 2014, no Olimpo de Bahía Blanca, quando o time sulista estava na primeira divisão, e ainda marcou um gol contra o River que o impediu de se sagrar campeão no segundo semestre daquele ano.

Embora o livro de transferências tenha fechado na sexta-feira, houve uma prorrogação do prazo até esta segunda-feira para as equipes que tinham jogadores livres em 30 de junho. River -que perdeu Benjamín Rollheiser e Fabrizio Angileri- pôde fazer uso desse regulamento.

Borja chega com a continuidade do futebol e um bom presente, já que até agora este ano disputou 27 jogos -26 como titular- e marcou 16 gols com a camisa juvenil. Na seleção colombiana jogou 10 jogos com 4 gols convertidos.

O River terá o livro de passes aberto durante todo o mês de julho antes das saídas de Julián Álvarez e Enzo Fernández para o exterior, mas só poderá contratar jogadores livres ou vindos do exterior.

Por outro lado, no River eles esperam que outras ofertas cheguem, especialmente para o uruguaio Nicolás de la Cruz, que foi pesquisado por vários clubes europeus e pode ser vendido, já que seu contrato termina no final do ano.

O passe do volante pertence ao Liverpool do Uruguai em 70 por cento e ao River em 30, mas as porcentagens dos direitos econômicos variam se a operação se aproximar dos 20 milhões de dólares da cláusula de saída.

A possibilidade de De la Cruz ir para o Palmeiras, que quer se reforçar para as quartas de final da Copa Libertadores, é uma das chances de quem está perto do jogador, que quer ter concorrência para chegar ao Mundial com o Uruguai.

Fonte: Télam


Seu apoio é importante, tornando-se um assinante você está contribuindo para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio! Duna Press Jornal e Magazine, mídia livre e independente trabalhando a informação com ética e respeito ao leitor. Notícias, oportunidades e negócios, seu portal nórdico em português.

Assinatura Anual

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »