fbpx
Esportes

Brasil bate Sérvia e decide título inédito contra Itália na Liga

Compartilhar

Adversárias se garantiram na final ao vencerem Turquia na outra semi.

A seleção feminina brasileira de vôlei está a uma vitória da conquista do título inédito na Liga das Nações, depois que venceu a Sérvia de virada neste sábado (16), por 3 sets a 1, em Ancara (Turquia), com parciais de 14/25, 25/18, 26/24 e 25/19. A decisão do título será contra a Itália, às 12h30 (horário de Brasília) deste domingo (17) – as italianas derrotaram a Turquia, por 3 sets a 0, na outra semi deste sábado (16). Será a terceira disputa de título do Brasil na competição: a seleção feminina bateu na trave em 2019 e 2021, ficando com o vice-campeonato. 

“Estamos na final. Foi um jogo muito difícil e a palavra que representa essa vitória é união. Todas se ajudaram muito dentro de quadra, perdemos o primeiro set e conseguimos voltar para a partida. Lutamos muito em todo jogo, principalmente quando estávamos atrás no placar. É muito bom estar na final da Liga das Nações”, disse a ponteira Júlia Bergmann, em depoimento à Confederação Brasileira de Vôlei.  

A oposta Kisy Nascimento teve a melhor performance em quadra diante da Sérvia, com 19 pontos, seguida de Bergmann (16) e da capitã Gabi (15). O jogo começou melhor para as adversárias, que souberam se aproveitar do nervosismo das brasileiras, com dificuldades no ataque, recepção e levantamento.  A história da partida mudou a partir do segundo set, com destaque para as atuações de Kisy e Bergmann, e acerto nos bloqueios protagonizados por Carol que levaram ao empate.

O terceiro set foi ainda mais emocionante: as sérvias deslacharam no placar,  abrindo seis pontos de vantagem, mas o técnico José Roberto Guimarães pediu tempo e alertou as brasileiras para que não facilitassem a  chegada do passe nas mãos de Pusic, líbero adversária. Deu certo. O Brasil se recuperou, como ganhou a parcial, virando o placar do jogo. Confiantes, as brasileiras sobraram em quadra na quarta parcial, e selaram a vitória pora 3 sets a 1. 

“A Sérvia estava conseguindo abrir no marcador no começo dos sets. Foi complicado correr atrás do placar, mas por outro lado essa recuperação nas parciais foi muito importante. Quando o nosso saque e o sistema defensivo começaram a funcionar, conseguimos mudar o jogo. Foi uma vitória muito importante para essa nova geração”, avaliou o técnico Zé Roberto.

Fonte: Agência Brasil


Seu apoio é importante, tornando-se um assinante você está contribuindo para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio! Duna Press Jornal e Magazine, mídia livre e independente trabalhando a informação com ética e respeito ao leitor. Notícias, oportunidades e negócios, seu portal nórdico em português.

Assinatura Anual

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »