Esportes

Norris admite que esperava “um pouco mais” do GP da Hungria depois de largar em P4

Compartilhar

Lando Norris cruzou a linha de chegada no GP da Hungria de domingo à tarde em sétimo, 62 segundos atrás da Ferrari pilotada por Charles Leclerc em sexto lugar. E o pessimista piloto da McLaren admitiu que esperava um pouco mais na corrida de domingo depois de largar na segunda fila.

Norris qualificou-se em quarto em Budapeste – a sua melhor qualificação conjunta do ano – depois de mostrar um ritmo forte durante grande parte do fim-de-semana. E depois de fazer uma boa largada com o pneu macio, ele manteve sua posição e segurou o desafio de Lewis Hamilton nas primeiras voltas.

No entanto, depois de ser ultrapassado por Hamilton e depois por Max Verstappen na volta 11, Norris entrou no pit lane para o pneu médio e voltou para o pelotão, antes de fazer uma corrida solitária com o pneu duro em seu stint final, terminando em 62,2. está atrás do sexto colocado Leclerc – para sua irritação.

“Tivemos [um bom desempenho] ​​contra as pessoas com quem corremos realmente”, disse Norris. “Apenas se você pensa no P4 como uma posição no grid, espera um pouco mais no domingo. E terminar 62 segundos atrás apenas do próximo carro à minha frente, é um grande desafio fazer mais alguma coisa, então nossa corrida foi contra a Alpine e os carros atrás de mim”.

GettyImages-1411989859.jpg
Norris não conseguiu manter Hamilton e Verstappen para trás por muito tempo

“No primeiro stint, acho que destruí meu pneu depois de seis voltas e fiquei muito preocupado, porque nosso objetivo era [parar] na volta 20 ou 25 ou algo assim”.

“O nosso ritmo com o pneu médio, e penso que o nosso ritmo quando não havia problemas com pneus e gestão, foi forte. E mais forte que a Alpine hoje, o que é uma boa notícia e um bom sinal, mas sim, parecemos destruir esses pneus muito mais rápido do que todos os outros”.

“Não foi nada planejado… Então, essa é a única coisa em que realmente temos que trabalhar, mas o stint do meio foi forte e o stint final foi fácil, eu estava sozinho e esperando que a corrida acabasse. Desafiador, mas fizemos tudo o que podíamos e o P7 com o qual tenho que estar feliz”.

Falando após a corrida, o chefe da equipe da McLaren, Andreas Seidl, disse que o sétimo lugar de Norris foi o máximo que eles poderiam esperar na Hungria, ao elogiar as melhorias feitas por sua equipe nas duas últimas corridas.

“Lando executou uma corrida limpa hoje para conquistar o sétimo lugar”, disse Seidl. “Com todos os seis carros das três primeiras equipes terminando a corrida, o P7 foi o melhor que conseguimos hoje, e conseguimos. A atualização que introduzimos em Paul Ricard e melhorou nosso entendimento aqui nos colocou em posição de ser a quarta equipe mais rápida, o que é uma grande conquista”.

Fonte: Fórmula 1


Seu apoio é importante, tornando-se um assinante você está contribuindo para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio! Duna Press Jornal e Magazine, mídia livre e independente trabalhando a informação com ética e respeito ao leitor. Notícias, oportunidades e negócios, seu portal nórdico em português.

Assinatura Anual

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »