News

Prefeitura de Rio Branco pede sensibilidade à população durante período de estiagem

Compartilhar

Nível do rio Acre está com 1,83m e a previsão para os próximos meses não são as melhores.

Na manhã desta quinta-feira (28), o Rio Acre marcou 1,83m e a previsão para os próximos meses não são boas. Como estamos no período de estiagem no estado o calor excessivo, a escassez de chuvas e a baixa do nível do rio são propícios para as queimadas e má qualidade do ar.

De acordo com o coordenador municipal de Defesa Civil, tenente coronel Cláudio Falcão, desconsiderando o ano de 2016, estamos em uma das piores marcas do nível do rio de toda a história.

“Os meses de agosto e setembro, onde historicamente na parte hídrica o mês de setembro é o pior. Estamos com déficit de chuvas desde o mês de maio, no mês de julho choveu apenas 1.4mm, o que não significa absolutamente nada. E com isso vai piorando a cada dia a questão da seca”.

Cláudio Falcão disse que junto à seca aumentam os números de queimadas. Segundo ele, estão sendo monitorados a qualidade do ar, abastecendo das comunidades que estão sem água e monitorando junto com a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), as doenças respiratórias que podem aumentar.

“Tudo isso vai fazer parte de um planejamento. Porque, se necessário for e o prefeito assim desejar, poderemos decretar, inclusive, situação de emergência, devido a estiagem severa que estamos passando”.

Neste período algumas queixas surgem em relação ao abastecimento de água, mas segundo o diretor presidente do Saerb, Enoque Pereira,  essa carência em certas localidades acontece não somente pela baixa do nível do rio, mas também pelo desperdício.

“A gente vai fazer uma campanha muito agressiva em relação a isso, porque se as pessoas se conscientizarem que o uso da água para ele é só o limite da caixa dele de mil litros e não derramar mais 4/5 mil litros, dá para todo mundo. Quando várias pessoas fazem esse uso não correto, finda alguém ficando sem água mesmo”.

Cláudio Falcão afirmou que esse é um momento de conclamar a sociedade, junto a prefeitura e as ações de todas as secretarias municipais.

“Para que as pessoas cultivem uma cultura de economia, isso é muito importante. Porque, dessa maneira nós minimizamos os impactos da seca e saímos desse período difícil de uma maneira mais amena”, concluiu.

Fonte: Prefeitura de Rio Branco


Seu apoio é importante, tornando-se um assinante você está contribuindo para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio! Duna Press Jornal e Magazine, mídia livre e independente trabalhando a informação com ética e respeito ao leitor. Notícias, oportunidades e negócios, seu portal nórdico em português.

Assinatura Anual

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »