Vídeos e Filmes

Sandman

Vou revelar-te o que é o medo num punhado de pó. T.S. Eliot

Compartilhar

Vale a Pena Assistir?

Minha ligação com os sonhos é um tema para debate, pois escrevo meus sonhos. Todas as noites tenho sonhos pequenos e grandes, bons e extremamente estranhos e até assustadores. Que me inspiram a escrever. – É disso que vamos falar, de sonhos e claro de Sadman, essa criação absurdamente apaixonante criada por outro sonhador, tenho certeza, o senhor Neil Gaiman. Ele ao escrever misturou mitologia, fantasia, elementos míticos, que mudaram as HQs para todo o sempre e se tornou um sucesso total e um fenômeno da cultura POP. Quando a série de HQs foi finalizada em 1996 já havia mudado a arte e influenciado milhões de artistas e meros mortais. A Netflix, que não é boba e graças a Deus teve a produção do próprio autor Neil Gaiman, conseguiu sem dúvida nenhuma criar uma excelente produção. Na minha opinião está incrível. Se você não sabe nada sobre Sadman vai conhecer agora. Vamos ao resumo:

Woo Magazine
Woo Magazine

Fonte Amazon

– “A série conta a história de Morfeus, um dos Perpétuos — criaturas análogas aos deuses, mas ainda maiores — responsável pelo Mundo dos Sonhos. Basicamente ele controla e tem acesso a todos os sonhos da humanidade e de todas as criaturas capazes de sonhar, sendo o senhor do Mundo dos Sonhos, a terra aonde vamos em nossas horas de sono. Quando uma ordem mística tentou capturar a irmã de Sonho, a Morte, em seu lugar eles capturaram Morfeus. Assustados com o que conseguiram, os membros da ordem o mantiveram cativo. E assim teve início um período de diversas décadas em que esse Perpétuo ficou trancafiado à mercê de seus captores, deixando o Mundo dos Sonhos abandonado e os sonhadores desamparados”. 

Na adaptação da Netflix temos 10 capítulos.

1 O Sono dos Justos, 2 Anfitriões Imperfeitos, 3 Sonhe Comigo, 4 Uma Esperança no Inferno, 5 Sem Parar, 6 O Som das Asas Dela, 7 Casa de Bonecas, 8 Brincando de Casinha, 9 Colecionadores, 10 Corações Partidos.

O Sono dos Justos – Sinopse Netflix

Em busca de um pesadelo que escapou para o mundo desperto, Morpheus cai nas garras de Rodrick Burgess, um ocultista que pretende invocar e aprisionar Morte.

Logo de cara ouvimos a voz do ator Tom Sturridge, que simplesmente nasceu para ser Sonho, Aconselho a assistir em inglês para sentir a força, o mistério contido em cada frase da narrativa. O reino de Morpheus é belo e assustador, pois é feito de sonhos e pesadelos. Não quero dar spoilers então vou passar por cima de alguns detalhes do desenrolar do primeiro episódio. Ele é preso, vemos o que isso causa no mundo e como seus captores são gananciosos, e cruéis, frios e indiferentes a toda doença que estão causando no mundo. Cada episódio fecha um ardo dentro da história que a série está contando e isso deixa aquele gostinho de quero mais.  

– Agora os detalhes que meus olhos famintos absorveram.

Cosmo Nerd
Cosmo Nerd

Boyd Holbrook – Coríntios é uma peste assustadora e contribui para o cativeiro de Sonho ser longo, muito longo. E ficou bem adaptado como o personagem das HQs. O figurino, os óculos, a maldade e o charme cruel.

Netflix
Netflix

Tom Sturridge, Sonho, simplesmente nasceu para ser Sandman, e nos fazer arregalar os olhos diante de tamanha perfeição, a cor da pele é sem dúvida a de um ser sobrenatural, um Perpétuo, o físico, que por vezes parece o de um anjo, é primoroso. Os olhos negros, o cabelo espetado, negro como a noite completa o seu visual sombrio. A voz profunda e aveludada, a voz, que nos conduz ao sono e aos sonhos ficou maravilhosa.

Epipoca
Epipoca

Vivienne Acheampong, vive Lucienne, que nos quadrinhos é um homem, na série uma mulher, ficou muito bem representada. Ela é responsável pela biblioteca dos livros do Sonhar, que contém publicações que jamais foram escritas apenas sonhadas. – Bem, os meus estou escrevendo e publicando. O brigada Morpheus.

O primeiro episódio nos apresenta o mundo de Sonho, o Sonhar, um lugar mítico cheio de criaturas mágicas, lugares lindos, assustadores onde os sonhos e pesadelos existem controlados por Sonhos, Morpheus. – Como ele mesmo disse, o lugar onde vamos encontrar aventura e liberdade e encarar nossos sonhos e pesadelos. – É revoltante ver Sonho preso numa jaula e os seus captores usufruindo de um poder que não sabem controlar, entender ou merecer. O corvo que o acompanha, Jessamy, é um símbolo de observação, e claro, poder. Não é à toa que Odin, possuía dois deles. Os corvos assim como os gatos transitam pelos dois mundos, já dizia Jonh Costantine. – A humanidade sempre me faz gostar do sobrenatural, pois é neles que encontramos os maiores dons e melhores poderes. O sono, e os sonhos são muito importantes e garanto mudam nossas decisões e vidas.  Os atores, a história, a narrativa ficou perfeita. E mesmo que você nunca tenha lido os quadrinhos você vai conseguir entender e curtir essa série. Se você gosta de fantasia e sonhos assista. Duvido que consiga ver só um episódio. Minha nota? Cinco Beijos Mordidos!

 

Print Friendly, PDF & Email

Nazareth Fonseca

Nazareth Fonseca é escritora e já conta com dez livros publicados, entre eles a série Alma e Sangue. Aficionada em filmes, series e livros gosta de escrever sobre tudo que lê e assiste.
Botão Voltar ao topo
Translate »