fbpx
Mundo Militar

Brasil assume comando de Força-Tarefa marítima internacional

Compartilhar

Missão da Combined Task Force 151 é combater pirataria na região do Bahrein.

A Marinha do Brasil (MB) assumiu quinta (18) o Comando da Combined Task Force 151 (CTF-151), em cerimônia realizada em Manama, capital do Bahrein. A CTF-151 é uma força-tarefa multinacional que realiza operações para dissuadir, interromper e reprimir a pirataria na região do Chifre da África. O Contra-Almirante Nelson de Oliveira Leite recebeu a função do Comodoro Ahmed Hussein, da Marinha do Paquistão, e exercerá um mandato que se estenderá de agosto de 2022 a fevereiro de 2023.

A CTF-151 é uma das quatro forças-tarefa subordinadas às Combined Maritime Forces (CMF), Força-Tarefa Multinacional formada pela coalizão de 34 países e organizada para promover o combate à pirataria, bem como a segurança e estabilidade em aproximadamente 3,2 milhões de milhas quadradas de águas internacionais, que abrangem algumas das rotas marítimas mais importantes do mundo, destacando-se o Mar da Arábia, Golfo de Omã, Golfo de Áden e o Mar Vermelho.

A participação na CMF é feita de forma voluntária e cada país da coalizão decide de que forma pode contribuir com as operações, seja por meio de navios, aeronaves, ou pessoal qualificado para compor os Estados-Maiores das Forças-Tarefa Combinadas ou da própria CMF. O período de Comando das Forças-Tarefa varia de quatro a seis meses. 

O Contra-Almirante Nelson Leite destaca que “ao aceitar mais um convite para comandar a CTF-151, a Marinha do Brasil reafirma seu compromisso com a comunidade marítima. Estou na expectativa pelo trabalho que minha equipe fará para continuar a promover e defender a segurança na região”. 

Participação do Brasil na CTF-151

O Comandante de Operações Navais, Almirante de Esquadra Marcos Sampaio Olsen, esteve na cerimônia de transmissão do cargo e afirmou que “a Marinha, ao assumir o Comando da CTF-151, reforça a posição do Brasil como ator capaz de contribuir para o esforço de manutenção e segurança das linhas de comunicação marítimas, participando de uma coalizão internacional de combate à pirataria, respeitando os limites de atuação do Estado brasileiro. Além disso, trata-se de uma oportunidade ímpar para sedimentar conhecimentos nos níveis operacional e tático, aprimorando, assim, a doutrina e os procedimentos concernentes às Operações de Segurança, Defesa e Controle do Tráfego Marítimo, dentre outros”. O Brasil foi o primeiro e único país da América do Sul a comandar a CTF-151, tendo assumido pela primeira vez entre junho e novembro de 2021.

Fonte: Agência Marinha de Notícias


Seu apoio é importante, tornando-se um assinante você está contribuindo para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio! Duna Press Jornal e Magazine, mídia livre e independente trabalhando a informação com ética e respeito ao leitor. Notícias, oportunidades e negócios, seu portal nórdico em português.

Assinatura Anual
Assinatura Anual

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »