fbpx
News

Porto Alegre conhece experiência de cidade paulista no combate ao câncer do colo do útero

Compartilhar

O câncer do colo do útero é o terceiro tipo mais incidente entre as mulheres, excluídos os de pele não melanoma, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca). Nesta sexta-feira, 19, estratégias e desafios para a eliminação da doença estavam em debate durante workshop que traz a cidade de Indaiatuba (São Paulo) como exemplo de sucesso no combate a esse tipo de câncer.

O município paulista desenvolve projeto de referência nacional de conscientização, prevenção, rastreio e detecção precoce do câncer do colo uterino. O secretário municipal de Saúde da Capital, Mauro Sparta, destacou a importância da troca de experiências como forma de avançar no acesso à prevenção e tratamento. “A interação entre municípios e estados, junto com o terceiro setor, pode dar respostas mais eficientes ao acesso à saúde”, afirmou.

A secretária-adjunta da Saúde do Estado, Ana Costa, afirmou que o tema é prioritário para o Rio Grande do Sul, mas é importante qualificar a comunicação com a população. “Temos 497 municípios e precisamos multiplicar informações. Nesse sentido, estamos apostando no observatório operacional como forma de demostrar as atividades e ações realizadas em cada cidade”, comentou Ana. 

SMS
Secretário Sparta destacou importância da troca de experiências entre as cidades

Também participaram da mesa de abertura a conselheira do Instituto de Governança e Controle do Câncer (IGCC), Patricia Kauer, o diretor-geral do Hospital Materno Infantil Presidente Vargas, Cincinato Fernandes, e o deputado estadual Thiago Duarte, representando a Assembleia Legislativa. 

Boas práticas – O médico e pesquisador da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Júlio César Teixeira, falou que a vacinação contra o vírus HPV em adolescentes até 15 anos está entre as estratégias da Organização Mundial da Saúde (OMS) para eliminar o câncer do colo do útero, além do exame periódico em mulheres de 25 a 64 anos.

“Precisamos utilizar a ciência e os aportes ao nosso alcance para melhorar a situação das cidades brasileiras, onde uma mulher morre a cada 90 minutos em função desse tipo de câncer”, alertou. Para apresentar as ações, ainda estão em Porto Alegre o vice-prefeito de Indaiatuba, Túlio José do Couto, e a secretária de Saúde Graziela Drigo Garci.

Fonte: Prefeitura de Porto Alegre


Seu apoio é importante, tornando-se um assinante você está contribuindo para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio! Duna Press Jornal e Magazine, mídia livre e independente trabalhando a informação com ética e respeito ao leitor. Notícias, oportunidades e negócios, seu portal nórdico em português.

Assinatura Anual
Assinatura Anual

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »