fbpx
Esportes

Lauren destaca orgulho de levar a Seleção Feminina de volta à semifinal da Copa do Mundo Sub-20

Compartilhar

Zagueira da Seleção Feminina Sub-20 destaca como experiência diante do Japão, na Copa do Mundo Sub-17, pode ajudar no duelo da semifinal.

Seleção Feminina Sub-20 se prepara para a disputa da semifinal a Copa do Mundo Feminina Sub-20. Após dezesseis anos sem figurar entre as equipes classificadas, o Brasil volta a estar entre as quatro maiores potências da base feminina. O caminho até o título inédito passará pela vitória sobre o Japão, nesta quinta-feira (25), às 23h (Horário de Brasília).

Para uma das mais experientes do elenco brasileiro, a zagueira Lauren, o sentimento é de orgulho e certeza do trabalho que vem sendo executado pelo grupo ao longo da competição. 

“Trazer o Brasil de novo para esse lugar, que é entre os quatro melhores do mundo, é muito bom. É onde sempre temos que estar, somos o país do futebol e isso é também fruto de todo o investimento. Estamos colhendo os frutos agora, o trabalho é muito forte e bom e, por isso, estamos aqui”, destaca Lauren. 

Para chegar à semifinal, o Brasil fez uma campanha invicta com três vitórias e um empate, somando 8 gols marcados e nenhum sofrido. Lauren destaca como o grupo cresceu no decorrer da competição e como o elenco está preparado para buscar voos ainda mais altos.

“O grupo chega muito forte e preparado. Sabemos que o jogo será muito difícil e duro, mas estamos nos preparando para isso”, acrescenta. 

Estreia da Seleção Feminina Sub-20 na Copa do Mundo da Costa Rica: Brasil x Espanha (Estádio Nacional da Costa Rica). Lauren

Lauren é uma das quatro atletas que já vivenciaram a experiência de disputar um Mundial de base. Além da zagueira, também participaram da edição da Copa do Mundo Sub-17, a lateral Bruninha e as meias Cris e Yaya. Em 2018, no Uruguai, a estreia da Canarinho foi justamente diante do Japão, adversário desta quinta-feira (25). Na ocasião, a partida de abertura da fase de grupos terminou empatada em 0 a 0. A defensora traz a experiência do confronto contra as asiáticas para o duelo desta semifinal. 

“O que mudou acho que foi a maturidade, precisamos ser muito maduras para um jogo tão grande como esse, isso vai fazer a diferença. É um time muito bom, forte e sólido. Tem algumas características parecidas com o nosso estilo de jogo, então vai ser um confronto muito interessante”, finalizou. 

Fonte: CBF


Seu apoio é importante, tornando-se um assinante você está contribuindo para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio! Duna Press Jornal e Magazine, mídia livre e independente trabalhando a informação com ética e respeito ao leitor. Notícias, oportunidades e negócios, seu portal nórdico em português.

Assinatura Anual
Assinatura Anual

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »