fbpx
News

Prefeitura do Recife lança segunda edição do Protocolo de Atenção Básica: Pré-natal, Parto e Puerpério

Compartilhar

Documento atualiza as condutas da primeira versão lançada em maio de 2021 e está sendo base teórica para o curso Qualifica Pré-Natal.

Protocolos contribuem para padronizar um serviço e alinhar condutas. E, na saúde, eles têm um impacto expressivo por auxiliar no acompanhamento de pacientes e no trabalho realizado pelos profissionais da área. Por isso, na noite da última terça-feira (23), a Prefeitura do Recife realizou, dentro da programação da Semana do Bebê, o lançamento da segunda edição do “Protocolo de Atenção Básica (AB): Pré-natal, Parto e Puerpério”. Esta iniciativa também faz parte do Recife Cuida, novo modelo de gestão que está investindo cerca de R$ 400 milhões na promoção da maior reestruturação da saúde da capital pernambucana até 2024.

O documento, que foi instituído em maio de 2021, passou por revisões nas normas, condutas, prescrições e calendário vacinal (incluindo agora o imunizante contra covid-19). Este Protocolo também está sendo utilizado para subsidiar o curso Qualifica Pré-Natal, que tem como objetivo aprimorar o conhecimento dos profissionais na área da atenção obstétrica, especialmente do atendimento pré-natal (de risco habitual) e puerperal, visando um melhor acompanhamento das mulheres grávidas. 

“Essa iniciativa é muito importante e está sendo realizada pela coordenação de Saúde da Mulher, em parceria com as coordenações distritais e o projeto Qualifica Pré-Natal. Envolver todos esses profissionais é extremamente necessário para que possamos atualizar as diretrizes municipais do atendimento à gestante na Atenção Básica”, pontua a secretária executiva de Atenção Básica do Recife, Juliana Martins. 

Com a atualização, o “Protocolo de Atenção Básica: Pré-natal, Parto e Puerpério” destaca quais exames de rotina precisam ser realizados pela AB, a cada três meses; medicações prescritas na gestação e suplementação de micronutrientes, quando necessário; tratamento anti-hipertensivo na gestação, em casos de diagnóstico da doença; orientações para casos de encaminhamento à urgência; o esquema vacinal atualizado que a gestante deverá ter e abordagem sindrômica para vulvovaginoses durante a gestação, ou seja, investigação por aspectos clínicos para classificar doenças e infecções na vagina e/ou vulva. 

“Trouxemos modificações para esse protocolo com o grande objetivo de atualizá-lo  baseado nas últimas evidências científicas. Esse documento é um produto concreto para as equipes se utilizarem no seu dia a dia, contribuindo também para manter um diálogo entre os profissionais. É a partir dele que estamos alinhando as condutas da Atenção Básica no pré-natal, além de também estar sendo base teórica para o curso Qualifica Pré-Natal, integrando as ações desse grande projeto que tem a missão de melhorar a qualidade assistencial desse acompanhamento com as gestantes e reduzir os óbitos maternos”, explica a coordenadora da Política de Atenção à Saúde da Mulher, Mariana Seabra. 

O Recife é pioneiro no estado na construção de uma Linha de Cuidado de Saúde da Mulher, com investimentos em equipes multiprofissionais, construção de Centros de Parto Normal, vinculação territorial às maternidades e pré-natal, além de acesso facilitado ao Dispositivo intrauterino (DIU) pós-parto. 

QUALIFICA PRÉ-NATAL – O Qualifica Pré-Natal Recife é um projeto financiado com recursos de incentivo federal para o desenvolvimento de ações estratégicas de apoio à gestação, pré-natal e puerpério, com vistas ao enfrentamento da Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional decorrente da pandemia do novo coronavírus. O município de Recife foi contemplado com o valor total de R$ 1.354.900,86, instituído por meio da Portaria GM/MS nº 731, de 16 de abril de 2021. Em média, mil gestantes serão acompanhadas por esse projeto a cada três meses. 

Na prática, esse projeto conta com a participação de enfermeiras obstetras, contratadas para desenvolver o trabalho com mais de 100 equipes nas unidades de saúde do Recife, no intuito de reduzir os riscos no período da gestação e do pós-parto no contexto da pandemia de covid-19. Além disso, também estão previstas ações de suporte no acompanhamento pelo Atende em Casa e telessaúde, com busca ativa de gestantes positivas para covid-19; ampliação do vínculo entre a gestante e as maternidades; monitoramento e acompanhamento qualificado das gestantes com covid-19 e suspeita clínica por meio de apoio obstétrico; e apoio clínico assistencial para as equipes de Atenção Básica à Saúde e um Curso de Qualificação do Pré-Natal nas Unidades Básicas de Saúde do Recife para mais de 200 profissionais.

Fonte: Prefeitura de Recife


Seu apoio é importante, tornando-se um assinante você está contribuindo para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio! Duna Press Jornal e Magazine, mídia livre e independente trabalhando a informação com ética e respeito ao leitor. Notícias, oportunidades e negócios, seu portal nórdico em português.

Assinatura Anual
Assinatura Anual

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »