Educação

5 técnicas de memorização que ajudam nos estudos

Compartilhar

É comum ter dificuldades tanto para memorizar quanto para entender alguns assuntos. Mas o que fazer quando isso acontece? As técnicas de estudo e memorização podem te ajudar.

Técnicas de memorização são ações práticas que estimulam a atenção e a concentração, permitindo que você assimile as informações e compreenda o conteúdo com mais facilidade.

A seguir, você verá algumas técnicas de memorização que podem servir de grande auxílio durante seus estudos.

1. Entenda que memorizar não é decorar

Fazer a famosa “decoreba” não tem nada a ver com memorizar um conteúdo, pois no primeiro caso você apenas reproduz o assunto de forma inconsciente.

Na maioria das situações, essa “decoreba” é feita apenas para prestar uma prova e, embora possa funcionar, em pouco tempo você já terá se esquecido de boa parte do conteúdo decorado.

Pelo contrário, a memorização te obriga a se aprofundar e a absorver o conteúdo por meio de estímulos relacionados à concentração e atenção. Com isso, além de conseguir explicar um assunto, dificilmente você se esquecerá dele.

2. Faça resumos, releitura e outros métodos de estudos

Durante os estudos é importante que você vá além da leitura, ou seja, faça anotações, desenvolva resumos, leia e releia um conteúdo, entre outros métodos que podem te ajudar a compreender e a revisar os assuntos estudados.

Para garantir que você realmente absorva o conteúdo também é essencial focar em palavras-chave e fazer resumos, por exemplo, com pouco texto, para que os esboços sirvam apenas como um estímulo para se lembrar das informações armazenadas em sua memória.

3. Revise os conteúdos que já aprendeu

Engana-se quem pensa que apenas com uma leitura irá compreender um assunto, pois na primeira leitura você assimila alguns dados essenciais do conteúdo. Nas próximas, você começa a perceber detalhes e a se aprofundar na matéria estudada.

Por isso, além de ler e reler o conteúdo, também será preciso fazer uma revisão de tudo o que já aprendeu, a qual pode ser feita por meio de perguntas a si mesmo sobre o assunto para verificar se ainda possui alguma dúvida.

4. Faça vários tipos de associações

Fazer associações é outra técnica de memorização que pode ser útil para os seus estudos, visto que elas podem ser feitas por meio de diversas maneiras como palavras, frases, imagens, siglas, etc.

Por exemplo, é comum ao aprender um novo idioma que você associe a palavra estrangeira com a qual você utiliza em sua língua materna. Você também pode pegar as palavras-chave da matéria e associar com uma imagem.

Para fazer associações dos conteúdos estudados, portanto, basta usar a sua criatividade e, consequentemente, você se lembrará do assunto com mais facilidade.

5. Observe as técnicas de estudo e memorização que dão certo para você

Existem diversas técnicas de estudo e memorização, como compartilhar o que já aprendeu com outras pessoas, fazer gravações para escutar depois, assistir a filmes relacionados ao tema, entre outras. No entanto, nem todas funcionarão com você.

É importante mencionar que cada pessoa faz uso de um sentido específico para absorver informações, ou seja, algumas são mais visuais, outras são mais auditivas e ainda há aquelas cinestésicas.

No caso de pessoas visuais os estudos, geralmente, são compreendidos quando há silêncio absoluto. Já pessoas auditivas normalmente gostam de repetir o conteúdo em voz alta para compreender a matéria.

Agora pessoas cinestésicas precisam colocar a mão na massa, literalmente, pois elas assimilam o conteúdo por meio do tato. Nesse contexto, fazer experimentos ou até mesmo recorrer a gestos pode ajudar nos estudos.

Dito isso, o mais importante é que você teste várias técnicas de memorização para descobrir quais são as melhores para você.

Print Friendly, PDF & Email

Vanessa Fagundes

Assessora responsável pelo blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações e conteúdos sobre os cuidados com a saúde física e mental.
Botão Voltar ao topo
Translate »