Saúde

Descubra 7 tipos de próteses dentárias mais recomendadas

Compartilhar

As próteses dentárias evoluíram muito com o avanço da tecnologia, assim como diversas outras técnicas.

Um exemplo de uma delas que houve um avanço foi o clareamento a laser.

Isso possibilitou que o acesso a elas fosse facilitado e difundido entre pessoas que perderam um ou todos os dentes.

Essa condição prejudica não somente a estética, mas alguns processos simples e muito importantes, como a mastigação. 

Portanto, isso pode afetar a nutrição e saúde dos pacientes, e também na fala, porque os dentes fazem parte da estrutura e são essenciais para esse mecanismo humano.

Para quê serve uma prótese dentária?

A prótese dentária foi desenvolvida para substituir dentes que foram perdidos por algum motivo.

Ela é feita sob medida por um profissional da odontologia e é única para cada paciente.

Existem vários tipos de prótese e cada uma se adequa melhor aos pacientes, e por isso é necessário o estudo de caso por um dentista.

Existe também a removível, como a dentadura ou a ponte, e a prótese fixa, como é o caso dos implantes.

Os implantes dependem de um processo cirúrgico, e por isso demandam mais tempo para a conclusão do tratamento.

Quando o uso da prótese dentária é indicada?

O uso da prótese é indicado para pacientes que perderam um ou mais dentes, podendo ser até o caso da perda total deles.

A prótese dentária tem algumas diferenças de outros tratamentos estéticos opcionais, como a aplicação de uma lente nos dentes, pois além da melhora do visual, ele também devolve uma qualidade de vida para os pacientes.

A perda dos dentes traz muitos danos à qualidade de vida de uma pessoa, como a dificuldade em mastigar os alimentos que pode causar constrangimento em atividades comuns, como sair para almoçar com a família.

Além disso, a fala também pode ser prejudicada, pois quando ocorre a perda de um dente, toda a arcada dentária é afetada e pode piorar toda a sua forma.

Por isso, é recomendável que não se espere muito tempo após perder um dente para procurar ajuda de um dentista. 

Com isso, ele poderá definir o melhor tipo de prótese e já definir um tratamento para que não se perca mais dentes.

Como escolher a melhor opção de prótese para você?

Existem 7 tipos de prótese que são mais recomendadas pelos dentista, são elas:

  • Prótese Total;
  • Prótese Parcial Removível;
  • Prótese Overdenture;
  • Prótese Protocolo;
  • Coroa;
  • Prótese Sobre Implante;
  • Ponte fixa.

Essas são as mais comuns e mais recomendadas pelos dentistas, mas como você toma a decisão de qual escolher?!

Primeiramente, deve-se procurar um profissional habilitado para que seja realizado um estudo do caso.

Através de exames de imagem, por exemplo, é possível saber se no caso de um implante será necessário ou não um enxerto ósseo para a fixação do pino.

Passado os pontos primordiais dos exames, o dentista deve avaliar a rotina e preferências de seu paciente.

Logo, após essa análise, serão filtrados e apresentados dentre as opções o que seu dentista acredita que melhor se encaixa em seu caso.

Desse modo, apresenta os prós e os contras de cada tipo de prótese e o paciente decide qual meio irá preferir.

Como fazer a higienização da sua prótese dentária?

Assim como o alinhador ortodôntico ou o aparelho invisível dependem da manutenção do dentista, as próteses, sejam elas, fixas ou removíveis, também precisam de uma, principalmente para higienização.

No caso das próteses móveis, a limpeza fica a cargo do paciente, porque é mais simples, tendo em vista que pode retirar e realizar a higienização de forma adequada.

Já as próteses fixas podem sofrer algum tipo de acúmulo de alimentos e a sua limpeza depende de ferramentas mais específicas ou da ajuda de algum profissional.

Cuidados gerais para pacientes que utilizam prótese

Seja qual for o tipo de prótese, o retorno periódico para manutenção e o acompanhamento das próteses deve acontecer.

Ainda mais no caso das próteses móveis que podem precisar de ajustes com o passar do tempo por fatores que não são controláveis, como a retração da estrutura óssea.

Qualquer tipo de incômodo, dor ou sangramento deve ser investigado, pois o uso das próteses não gera esse tipo de desconforto, se a sua execução for feita de maneira correta.

Por isso, procure e dê preferência a um odontologista de sua confiança e que seja capacitado e especializado em próteses dentárias.

Print Friendly, PDF & Email

Vanessa Fagundes

Assessora responsável pelo blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações e conteúdos sobre os cuidados com a saúde física e mental.
Botão Voltar ao topo
Translate »