fbpx
BicentenárioHistória

A adesão do Pará à Independência do Brasil

Compartilhar

Até 1823, o Grão-Pará era a única província que não havia aderido à Independência do Brasil.

O cenário mudaria quando, contratado por D. Pedro I para formar a primeira Marinha brasileira, o almirante John Grenfell também foi incumbido de empreender a incorporação do Pará. Para tal, utilizou-se de um “blefe”, ameaçando as autoridades locais, que resistiam a aderir ao território do Brasil. Munido de um documento, afirmou que uma esquadra aportada em Salinas aguardava para bloquear todos os acessos ao porto de Belém, cercando a cidade.

Uma assembleia reunida no Palácio Lauro Sodré decidiu pela assinatura do documento de adesão à independência. Ao todo, foram 107 assinaturas das autoridades, concordando com a ruptura em relação a Portugal. Era o dia 15 de agosto daquele ano. Em memória dessa data, a Lei n. 5.999, de 10 de setembro de 1996 instituiu o dia 15 de agosto como feriado estadual, pois é considerada a Data Magna de nascimento do estado.

Fonte: http://bndigital.bn.gov.br/artigos/200-da-independencia-adesao-do-para-a-independencia/

Ver também:

Conheça como funciona o trabalho de uma OSCIP que resgata animais em situação de risco e abandono.

Como estabelecer metas de estudos.

 A educação de alta qualidade já está ao alcance de todos e em qualquer lugar.


Print Friendly, PDF & Email

Joice Maria

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre as atualidades sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »