fbpx
Esportes

Judoca do Ceará se divide entre a barbearia e o tatame e conquista o ouro nos Jogos da Juventude

Compartilhar

Mizael Bezerra é jovem da periferia e utiliza a profissão de barbeiro para lhe ajudar nas competições de judô.

Um ajuste aqui, uma olhada no espelho ali e as tranças que carregam muita história e orgulho estão prontas na cabeça. O jovem Mizael Bezerra, de 17 anos, traz esse simbolismo para dentro do tatame do judô. O menino reforça suas origens através do corte de cabelo e do esporte que ama. E vai além. Cearense, Mizael não só tem estilo próprio no cabelo, como também é barbeiro em sua cidade natal e se divide entre a profissão e a arte marcial. Essa combinação rendeu frutos nos Jogos da Juventude Aracaju 2022:  ele conquistou a medalha de ouro no judô, na categoria até 55 kg. 

Natural de Maracanaú, município da Região Metropolitana de Fortaleza, o jovem aprendeu desde pequeno a entender o universo do esporte e todas as virtudes que isso representa. Vindo de um projeto social chamado Resgate – Judô para Todos, o cearense começou no judô aos nove anos de idade e passou a se dedicar ao alto rendimento. Para reforçar essa paixão crescente pelo esporte, durante esse processo, por questões financeiras, ele aprendeu com amigos a cortar cabelos e investiu na barbearia, profissão que exerce até hoje para lhe auxiliar com o pagamento de viagens e inscrições em competições de judô. 

“Desde os meus 15 anos eu tinha vontade de cortar cabelos, pois sempre achei bonito isso. A barbearia hoje representa muito na minha vida, porque, além de gostar, é um modo de ganhar dinheiro para eu continuar seguindo na minha carreira no judô. Não sou de uma família rica ou classe média. Sou pobre e tenho orgulho de bater no peito e dizer que sou da periferia, de Maracanaú, que é pequena.  Para eu querer lutar judô eu tenho que me sacrificar e eu quero muito isso, por isso corro atrás”, enfatizou Mizael.

Alexandre Loureiro/COB

A conquista em Aracaju representou todo o esforço do atleta cearense. Antes da competição, Mizael teve que perder sete quilos nos últimos dias para bater o peso da categoria até 55 kg. E o resultado dessa luta contra a balança, dos treinamentos e da dedicação à barbearia para o ajudar a competir o levou a sua primeira medalha em uma edição dos Jogos da Juventude. 

“Só Deus sabe o quanto eu treinei para conquistar essa medalha. Eu sempre pedia a Deus para ganhar pelo menos a primeira luta e chegar na disputa do bronze, já que nas outras edições que vim, em 2018 e 2019, eu não medalhei. Ter conseguido a minha primeira medalha e ainda mais de ouro é muito gratificante”, ressaltou. 

A trajetória de luta do jovem cearense é reforçada pelos caminhos que o judô proporcionou a ele. Dentro e fora do tatame, Mizael foca em dar um passo de cada vez. E os ensinamentos que o judô trouxe para a vida dele o fazem continuar firme na busca dos seus objetivos pessoais, tanto no judô, quanto na barbearia. 

“O judô me ensinou muito, pois antes eu não era um menino que respeitava, eu dava muito trabalho. Foi através do esporte que aprendi a ser mais calmo, a lutar pelo que desejo, sabendo ganhar e sabendo perder. Quero continuar cortando cabelos. Mas tenho o grande objetivo de ir para a seleção brasileira de judô e o sonho de ser campeão mundial, de ser um atleta olímpico. Vou lutar por isso”, finalizou. 

Fonte: COB


Seu apoio é importante, tornando-se um assinante você está contribuindo para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio! Duna Press Jornal e Magazine, mídia livre e independente trabalhando a informação com ética e respeito ao leitor. Notícias, oportunidades e negócios, seu portal nórdico em português.

Assinatura Anual
Assinatura Anual

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »