fbpx
News

Alunos do Município de Belém participam de mutirão no Dia Mundial de Limpeza dos Rios

Compartilhar

Até o fim do mutirão, a estimativa era retirar neste Dia Mundial de Limpeza, pelo menos, uma tonelada de lixo dos rios.

O Dia Mundial de Limpeza dos Rios, comemorado neste sábado, 17, foi marcado pela Prefeitura de Belém com a participação dos alunos da Fundação Escola Bosque (Funbosque) no mutirão de retirada de resíduos dos rios Tucunduba e Sapucajuba, que cortam a Universidade Federal do Pará (UFPA), no bairro do Guamá.

Referência em educação ambiental, o objetivo da Funbosque foi reforçar a importância da retirada de resíduos que circundam a cidade. “Participar da atividade do curso de Oceanografia foi uma experiência muito significativa para nós, alunos de Educação Ambiental”, disse a aluna Wellen da Silva, 16 anos.

A atividade é uma iniciativa do curso de Oceanografia da UFPA, em parceria com o Grupo de Monitoramento Ambiental Marinho e Instituto Meros Brasil, visando promover a conscientização sobre o descarte irregular nos rios e mangues da região.

“Queremos mostrar que todos podem ajudar na regeneração dos ambientes naturais, como o rio tucunduba e rio Guamá. Além de Fazer a sensibilização para as pessoas. Todos nós estamos envolvidos nesse processo de regeneração”, explicou a diretora da Faculdade de Oceanografia e pesquisadora do Grupo de Monitoramento Ambiental Marinho, Sury Monteiro.

Voluntariado – O ato de limpeza contou com cerca de 140 pessoas voluntárias, entre elas os alunos da Funbosque, alunos da UFPA, professores e integrantes do Instituto Meros do Brasil.

Para o orientador educacional do nível médio da Funbosque, Tiago Gomes, a parceria com a UFPA oferece aos alunos a oportunidade de um intercâmbio com os estudantes universitários para a realização de boas práticas, tendo em vista a conservação do meio ambiente.

“Dentro da ilha (Outeiro) somos agentes reprodutores da educação ambiental. A prática realizada tanto na escola, quanto aqui em campo, onde os alunos aprenderam novas metodologias, vão abrir suas mentes, para que eles consigam implantar projetos ambientais dentro da comunidade”, destacou Tiago.

Os alunos da Escola Bosque participaram de ginástica laboral, palestras educativas, conheceram os rios e visitaram o estande do projeto Instituto Meros Brasil, onde conheceram um pouco da história do projeto Meros do Brasil, que há 20 anos atua em nove estados ao longo da costa brasileira, sendo o Pará um deles. 

“O projeto Meros atua na conservação dos ambientes costeiros e marinhos, bem como, na preservação do peixe meros, que está ameaçado de extinção. Por isso, a importância dessa ação em um dia tão importante como esse”, explicou a supervisora de Educação Ambiental do projeto, Tatiane Medeiros.

A estimativa da atividade neste Dia Mundial de Limpeza é que sejam retirados, pelo menos, uma tonelada de lixo dos rios. Após a coleta, será feita quantificação e gravimetria (análise para quantificar uma substância) de todo o material recolhido e dada a destinação correta para os resíduos.

Fonte: Agência Belém


Seu apoio é importante, tornando-se um assinante você está contribuindo para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio! Duna Press Jornal e Magazine, mídia livre e independente trabalhando a informação com ética e respeito ao leitor. Notícias, oportunidades e negócios, seu portal nórdico em português.

Assinatura Anual
Assinatura Anual

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »