fbpx
News

Maceió: Educação realiza testes para inserir carne de jaca no cardápio da alimentação escolar

Compartilhar

Macarronada com carne de jaca tem 88% de aceitação entre os alunos da escola Nise da Silveira.

A educação vem desenvolvendo ações para garantir que a alimentação escolar seja cada vez mais nutritiva e saborosa ao paladar dos estudantes. Na última quinta-feira (8), cerca de 100 alunos do 1º ao 5º ano da Escola Nise da Silveira, localizada no bairro do Antares, participaram do teste de aceitabilidade da macarronada com carne de jaca para saber se a receita entraria no cardápio da merenda escolar. O prato teve 88% de aceitação entre os estudantes.

Alunos receberam bem a macarronada com carne de jaca. Fotos: Cortesia

Durante o teste as crianças puderam experimentar o novo prato de forma lúdica, participando como uma forma de jogo para determinar se o sabor do alimento estava agradável para ele. O teste de aceitabilidade é feito quando novos produtos chegam para fazer parte da alimentação escolar dos alunos. As crianças provam as receitas e avaliam por meio de fichas com carinhas da escala hedônica que vão do “Odiei” até o “Adorei”. Um novo alimento só passa a fazer parte do cardápio escolar se alcançar 85% de aprovação dos alunos.

Antônio Marcos Sampaio é representante do Programa Nacional de Nutrição Escolar (PNAE). Foto: Daniel Marinho.
Antônio Marcos Sampaio é representante do Programa Nacional de Nutrição Escolar (PNAE). Foto: Daniel Marinho.

Antônio Marcos Sampaio, nutricionista da Secretaria Municipal de Educação de Maceió (Semed), conta que não fala sobre o que é o prato antes de experimentarem para não influenciar na avaliação dos alunos.

“Fomos para essa visita com o intuito de ver mesmo a aprovação deles com a questão do novo prato. Quando começaram a degustar o prato ficaram com alguns questionamentos sobre o que seria, de antemão não falamos sobre o que é a receita pra não influenciar no julgamento deles antes de provar”, explicou.

Segundo a diretora da escola Roseli Patriota, os alunos receberam bem a macarronada com carne de jaca. Dos 100 alunos que provaram a receita 70 marcaram “adorei”, 21 em “gostei” e três foram “indiferente”, o que conferiu 88,34% de aceitação por parte dos que participaram.

Inserindo a carne de jaca no cardápio

A utilização da carne de jaca na merenda escolar parte da ideia de excluir a proteína texturizada de soja do cardápio. As nutricionistas e a gastróloga da Secretaria Municipal de Educação de Maceió (Semed) realizaram, no dia 24 de agosto, uma aferição prática da macarronada com carne de jaca para alinhar todos os detalhes da receita.

A jaca foi o alimento principal do prato e a utilização da fruta no cardápio insere a agricultura familiar no contexto da alimentação escolar, promovendo o fomento da economia local. A gastróloga da Semed, Raquel Vieira, foi uma das responsáveis pelo preparo.

“A carne de jaca é rica em vários nutrientes. É barata e é um produto da nossa região. Nós temos aqui grandes produtores de jaca verde que acabam tendo desperdício por comercializarem apenas a madura. Essa carne de jaca nós pensamos para substituir a proteína texturizada, então, utilizando esse alimento vamos diminuir o desperdício, beneficiar a agricultura familiar e sem falar que é uma fruta riquíssima em nutrientes”, explicou Raquel.

Cuidados com a saúde dos estudantes

Além de todo o trabalho envolvendo a alimentação que os alunos recebem no ambiente escolar, o setor de Alimentação e Nutrição Escolar da Secretaria Municipal de Educação (Semed) tem desenvolvido uma ação de educação alimentar e nutricional com os estudantes da rede, com o objetivo de mudar a forma como eles enxergam o alimento e incentivá-los a ter um estilo de vida mais saudável.

Na última terça-feira (13), as nutricionistas e estagiárias do setor de Nutrição realizaram uma das etapas dessa ação com o acompanhamento antropométrico com 50 alunos da Educação de Jovens, Adultos e Idosos da Escola Dom Antônio Brandão, localizado no bairro do Tabuleiro.

Alunos da EJAI participam de ação do setor de nutrição. Fotos: Cortesia

Durante o momento, foi realizado o diagnóstico nutricional dos alunos por meio das medidas globais de peso e altura. O objetivo é fazer o Índice de Massa Corporal (IMC) desses estudantes para saber se eles estão dentro peso adequado, sobrepeso ou obesidade entre os adultos, e peso adequado ou não adequado para os idosos.

A partir desses dados, o setor de nutrição vai conseguir fazer as ações de alimentação e nutrição com os alunos, como explica a estagiária de Nutrição, Bárbara Morgana.

Estagiária Bárbara Morgana participou da ação junto com as nutricionistas. Foto: Lílian Santos/Ascom Semed
Estagiária Bárbara Morgana participou da ação junto com as nutricionistas. Foto: Lílian Santos/Ascom Semed

“No Dom Antônio Brandão estamos com muito idosos com excesso de peso e adultos até com obesidade grau 2, então vamos fazer um trabalho em cima desse dado e a partir disso conseguir saber que muitos têm obesidade, diabetes, hipertensão e outras doenças cardiovasculares. Então vamos trabalhar com eles formas de uma alimentação saudável e de substituições no dia a dia”, contou Bárbara.

A estagiária explicou ainda que o objetivo da ação de educação alimentar e nutricional é mudar a forma como o aluno vê o alimento e a alimentação. “Trabalhamos esse momento com eles buscando essa mudança no estilo de vida, principalmente nessa fase de adulto e idoso, o qual temos no mundo um índice muito alto de obesidade, sobrepeso e hipertensão, é um trabalho importantíssimo para esse público”, finalizou.

Fonte: Prefeitura de Maceió


Seu apoio é importante, tornando-se um assinante você está contribuindo para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio! Duna Press Jornal e Magazine, mídia livre e independente trabalhando a informação com ética e respeito ao leitor. Notícias, oportunidades e negócios, seu portal nórdico em português.

Assinatura Anual
Assinatura Anual

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »